Verificação da câmara de monitorização da BepiColombo

Quantas vezes tirou uma selfie e a publicou instantaneamente na sua rede social favorita? O Módulo de Transferência de Mercúrio (MTM) da aeronave BepiColombo, actualmente a caminho de Mercúrio, está equipado com três “câmaras selfie” e, esta manhã, capturou uma série de fotografias instantâneas e, subsequentemente, publicou-as na sua conta no Twitter.

As imagens foram obtidas a 17 de Junho entre as 04:13 UT e as 04:51 UT e conectadas à Terra por volta das 07:20 UT.


As câmaras de monitorização captam imagens a preto e branco com uma resolução de 1024 x 1024 pixéis. As câmaras apontam em três direcções diferentes, capturando um dos painéis solares de 15 m de comprimento do Módulo de Transferência (à esquerda) e as antenas médias (meio) e de alto ganho (à direita) conectadas à Sonda Planetária de Mercúrio. O terceiro módulo da aeronave, a Sonda Magnetosférica de Mercúrio, não é visível nestas imagens.

Após o lançamento em Outubro passado, as câmaras de monitorização foram utilizadas para visualizar os elementos estruturais implementados e, desde então, são usadas para registar, visualmente, alterações – por exemplo, se comandos são enviados para girar as matrizes solares ou para mudar a direcção da antena de alto ganho, a qual está orientada para a Terra.

O MCAM-3 é usado com mais frequência para monitorizar a rotação da antena de alto ganho. Em Dezembro, o MCAM-1 foi usado para capturar uma sequência de rotação dos painéis solares do MTM. Tendo em conta que MCAM-1 e -2 não foram utilizados durante vários meses, as imagens aqui apresentadas foram consideradas como uma simples verificação das câmaras e disponibilizadas rapidamente para partilhar nos canais da ESA.

Apesar da Sonda Planetária de Mercúrio se encontrar equipada com uma câmara científica de alta resolução, esta só poderá ser operada após a separação do Módulo de Transferência de Mercúrio ao chegar a Mercúrio, no final de 2025, porque, tal como vários dos 11 compartimentos de instrumentos, encontra-se localizada no lado da nave espacial fixada ao módulo de transferência durante o cruzeiro.

Confira esta ferramenta 3D para visualizar o posicionamento da aeronave, incluindo visualizações simuladas de cada uma das câmaras de monitorização.

BepiColombo foi lançada do Porto Espacial Europeu, em Kourou, num Ariane 5, a 19 de Outubro de 2018 (20 de Outubro, hora da Europa). É um esforço conjunto entre a ESA e a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, a JAXA. É a primeira missão europeia para Mercúrio, o menor e menos explorado planeta do Sistema Solar, e o primeiro a enviar duas aeronaves – a Sonda Planetária de Mercúrio da ESA e a Sonda Magnetosférica de Mercúrio da JAXA – para fazer, ao mesmo tempo, medições complementares do planeta e do seu ambiente dinâmico.

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

 

%d blogueiros gostam disto: