Veremos uma Agência Espacial Africana?

Num futuro breve podemos assistir ao aparecimento de uma Agência Espacial Africana que irá congregar os esforços dos vários países Africanos no desenvolvimento espacial para a melhoria das condições de vida das suas populações.

Os Chefes de Estado e de Governo na União Africana adoptaram as Estratégias e Políticas Espaciais Africanas durante a 26ª Sessão Ordinária que teve lugar a 31 de Janeiro de 2016 em  Addis Abeba. Este foi o primeiro de vários passos para a concretização de um programa de exploração espacial Africano que foi identificado como um importante marco na denominada Agenda 2063 da União Africana.


Em Junho de 2018, foi tida uma discussão acerca da estrutura e financiamento da Agência Espacial Africana. Um dos maiores desafios que actualmente se depara a União Africana é a localização da agência, dado que muitos países mostraram interesse em albergar as suas futuras instalações. Entre os países encontram-se a África do Sul, Egipto, Etiópia, Namíbia e o Quénia. Em Abril de 2018, o Ministro do Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação do Gana, Kwabena Frimpong Boateng, anunciou que o seu país estava pronto para albergar a nova agência espacial.

Representantes da União Africana provenientes do Gabão, Tunísia e Uganda, visitaram as instalações da Agência Espacial Nigeriana para determinar se estarão aptas a albergar a tão antecipada Agência Espacial Africana.

 

%d blogueiros gostam disto: