Tianwen-1 e Zhurong na superfície de Marte

O módulo de descida da missão não tripulada chinesa, Tianwen-1, chegou com sucesso à superfície de Marte a 14 de Maio de 2021.

Todas as fases do processo de reentrada e descida atmosférica decorreram como previsto e a sonda, transportando o veículo robótico Zhurong, tocou na superfície do planeta vermelho às 2301UTC.

Pelas 1800UTC, e a 277.000 km acima da superfície de Marte, a Tianwen-1 levou a cabo a sua última manobra ao baixar a sua órbita a uma altitude de 50 km acima do local previsto de descida. Pelas 2300UTC ocorria a separação do módulo de descida com o veículo Zhurong a uma altitude de cerca de 150 km. Após a separação, a Tianwen-1 realizava uma nova manobra para assim evitar que mergulhasse na atmosfera de Marte.

A entrada na atmosfera de Marte ocorria a cerca de 125 km de altitude e com uma velocidade de 4,8 km/s, pelas 2254UTC. A T+1m 40s (da entrada atmosférica) ocorria a fase de maior produção de calor no escudo térmico (a cerca de 40 km da superfície). Os pára-quedas abriam-se a cerca de 10 km da superfície (T+4m 44s) e a uma velocidade de cerca de 460 m/s.

A T+5m 10s ocorria a separação do escudo térmico. Nesta fase, o veículo encontrava-se a uma velocidade de 250 m/s. A bordo, o radar e a câmara de descida procuravam a zona de descida na área de pouso. A separação do pára-quedas ocorria a 1.000 metros da superfície (T+6m 10s), com o veículo a accionar o seu motor de descida, dirigindo-se para a zona de pouso. A T+6m 50s a velocidade de descida era quase nula, levando a cabo as últimas correcções de trajectória na direcção do local de descida.

O contacto com a superfície ocorria a T+7m 30, com o motor a ser desactivado na Utopia Planitia.

A Tianwen-1 foi lançada para Marte a 23 de Julho de 2020.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post