Soyuz MS-16 – Preparativos para o lançamento (I)

No Cosmódromo de Baikonur decorrem os preparativos para o lançamento da missão espacial tripulada Soyuz MS-16.

As duas tripulações chegaram a Baikonur no dia 24 de Março de 2020. Viajando com fortes medidas de protecção devido à pandemia Covid-19, as duas tripulações foram recebidas por representantes da corporação espacial Roscosmos, por representantes da Corporação RKK Energia e TsENKI e por dignitários da cidade de Baikonur.

As cerimónias protocolares na cidade de Moscovo antes da partida para Baikonur foram restritas apenas aos tripulantes para evitar a contaminação pela Covid-19. No dia 23 de Março as duas tripulações visitaram o escritório de Yuri Gagarin nas instalações do Museu do Centro de Treino de Cosmonautas, depositando de seguida flores no monumento ao primeiro ser humano a viajar no espaço.

Chegados agora a Baikonur os cosmonautas e astronautas irão iniciar os preparativos finais para a missão.

Entretanto, os preparativos da Soyuz MS-16 decorrem sem problemas. A 13 de Março foram finalizados os testes na câmara de vácuo e a 20 de Março foram realizados os testes de iluminação dos painéis solares.

A tripulação principal da Soyuz MS-16 é composta pelos cosmonautas Anatoli Alexeievich Ivanishin (Comandante, Rússia) e Ivan Viktorovich Vagner (Engenheiro de Voo nº 1, Rússia) e pelo astronauta Christopher John Cassidy (Engenheiro de Voo nº 2, EUA). A tripulação suplente é composta pelos cosmonautas Sergei Nikolayevich Rizhykov (Comandante, Rússia), Andrei Nikolayevich Babkin (Engenheiro de Voo nº 1, Rússia) e pelo astronauta Stephen Gerard Bowen (Engenheiro de Voo nº 2, EUA).

Devido a problemas médicos, a tripulação principal Russa composta por Nikolai Tikhonov e Andrei Babkin foi substituída pela tripulação suplente a 19 de Fevereiro de 2020.

Anatoli Ivanishin, Ivan Vagner e Christopher Cassidy farão parte da Expedição 62 juntamente com Oleg Skripochka (Rússia), Jessica Meir (EUA) e Andrew Morgan (EUA). Após o regresso destes à Terra, Ivanishin, Vagnber e Cassidy farão parte da Expedição 63. Christopher Cassidy irá assumir o comando da ISS e a tripulação irá ainda contar com Nikolai Tikhonov, Andrei Babkin e Stephen Bowen, que serão lançados a bordo da Soyuz MS-17.

O lançamento da Soyuz MS-16 terá lugar às 0805:06UTC do dia 9 de Abril de 2020 e será levado a cabo pelo foguetão 371KK35 Soyuz-2.1a (V15000-042) a partir da Plataforma de Lançamento PU-6 do Complexo de Lançamento LC31 (17P32-6 ‘Vostok’) do Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão.

Imagens: RKK Energia / TsENKI

Comente este post

%d blogueiros gostam disto: