RocketLab anuncia Neutron

A RocketLab anunciou no dia 1 de Março de 2021 o próximo veículo lançador da empresa. Designado Neutron, este será um avançado foguetão de classe media com capacidade de carga de 8 toneladas.

Este veiculo será capaz de, colocar em órbita mega constelações, executar missões interplanetárias e de levar a cabo voos tripulados.

O Neutron irá também oferecer um serviço dedicado para colocar largas cargas civis, militares e comerciais em órbita que precisem um nível de controlo de programação e uma cadência de voo elevada que não estão disponíveis em foguetões grandes e pesados.

Este foguetão será capaz de carregar cerca de 98% de todos os satélites agendados para 2029 e será capaz de introduzir custos mais baixos, aproveitando a herança, os locais de lançamento e a arquitectura do foguetão Electron.

Este foguetão de médio porte será um veículo de lançamento com dois estágios que consomem querosene e oxigénio líquido. Tendo 40 metros de comprimento e com uma carenagem de protecção de carga com um diâmetro 4,5 metros, será capaz de lançar cargas de 8.000 kg para a órbita terrestre baixa, 2.000 kg para a Lua e 1.500 kg para Marte ou Vénus.

O Neutron irá contar com um primeiro estágio reutilizável projectado para aterrar numa plataforma oceânica, permitindo assim elevada cadencias de lançamentos e diminuindo o custo para os clientes. Inicialmente projectado para satélites, o Neutron será também capaz de abastecer a Estação Espacial Internacional e realizar missões espaciais tripuladas.

Os lançamentos do Neutron terão lugar a partir do MARS (Mid-Atlantic Regional Spaceport) Wallops Island, Virgínia. Aproveitando a existente plataforma de lançamento e a infraestrutura de integração no MERS, a RocketLab elimina assim a necessidade de construir uma nova plataforma, antecipando assim o primeiro lançamento que será expectável em 2024.

A RocketLab está agora à procura de localizações nos Estados Unidos da América para estabelecer uma nova fábrica para dar suporte à construção de larga escala do Neutron, acrescentando assim centenas de empregos à equipa da RocketLab.

Texto: Salomé T. Fagundes



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post