Próximas missões espaciais tripuladas (Fevereiro de 2021)

Com o recente anuncio por parte da SpaceX da primeira missão espacial tripulada totalmente por astronautas não profissionais, vamos dar uma vista de olhos à composição das tripulações das missões que terão lugar nos próximos meses e anos.

A próxima missão espacial tripulada será a Soyuz MS-18 que deverá ser lançada a 9 de Abril de 2021. A sua tripulação é composta por Oleg Viktorovich Novitsky (Rússia), Pyotr Valerievich Dubrov (Rússia) e Sergei Vladimirovich Korsakov (Rússia). A tripulação suplente é composta por Anton Nikolayevich Shkaplerov, Oleg Germanovich Artemyev e Dmitri Alexandrovich Petelin. Esta será a 3.ª missão espacial para Oleg Novitsky, sendo a 1.ª tanto para Pyotr Dubrov como para Sergei Korsakov.

Novitsky, Dubrov e Korsakov farão parte da Expedição 64 a bordo da estação espacial internacional juntamente com Sergei Ryzhikov (Comandante, Rússia), Sergei Kud-Sverchkov (Rússia), Kathleen Rubins (EUA), Michael Hopkins (EUA), Victor Glover (EUA), Shannon Walker (EUA) e Soichi Noguchi (Japão). Na altura da chegada da Soyuz MS-18, a ISS será ocupada por dez tripulantes. Sergei Ryzhikov, Sergei Kud-Sverchkov e Kathleen Rubins regressam à Terra a 17 de Abril de 2021 a bordo da Soyuz MS-17, enquanto que Michael Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker e Soichi Noguchi, regressarão à Terra em meados de Maio de 2021 a bordo da Crew Dragon Endeavour.

A segunda missão operacional (Crew-2) da SpaceX deverá terá lugar a 20 de Abril de 2021 e terá como tripulação Robert Shane Kimbrough (EUA), Katherine Megan McArthur (EUA), Akihiko Hoshide (Japão) e Thomas Gautier Pasquet (França). Matthias Josef Maurer é o suplente de Thomas Pasquet. Esta será a 3.ª missão espacial para Robert Kimbrough, a 2.ª missão para Katherine McArthur, a 3.ª para Akihiko Hoshide e a 2.ª missão espacial para Thomas Pasquet.

Robert Kimbrough, Katherine McArthur, Akihiko Hoshide e Thomas Pasquet farão parte da Expedição 65.

Em Junho de 2021 será a vez da Boeing lançar a sua cápsula tripulada. A missão da CST-100 Boe-CFT será tripulada por Barry Eugene Wilmore, Nicole Victoria Aunapu Mann e Edward Michael Fincke. Barry Wilmore realiza a sua 3.ª missão espacial, sendo a 1.ª missão para Nicole Mann enquanto que E. Michael Fincke realiza a sua 4.ª missão espacial orbital.

Barry Wilmore, Nicole Mann e Michael Fincke farão parte da Expedição 65 a bordo da estação espacial internacional.

O terceiro voo operacional da Crew Dragon, missão Crew-3, deverá ser lançado em Setembro de 2021. A tripulação é composta por Raja Jon Vurputoor Chari (1.ª missão), Thomas Henry Marsburn (3.ª missão), Matthias Josef Maurer (1.ª missão) e Kayla Sax Barron (1.ª missão).

Anton N. Shkaplerov, Oleg G. Artemyev e Dmitri A. Petelin irão formar a tripulação da Soyuz MS-19 cujo lançamento está previsto para 5 de Outubro de 2021. Ainda não foi designada uma tripulação suplente. Esta será a 4ª missão para Anton Shkaplerov, sendo a 2ª para Oleg Artemyev e a primeira missão espacial orbital para Dmitri Petelin.

O lançamento da primeira missão espacial tripulada totalmente por astronautas não profissionais poderá ter lugar a 21 de Outubro de 2021. Esta missão será comandada por Jared Isaacman no seu primeiro voo espacial orbital. Os restantes três membros da tripulação ainda não estão defenidos. Esta será uma missão de dois a quatro dias que não terá como destino a estação espacial internacional.

A missão Soyuz MS-20 está prevista para ser lançada a 8 de Dezembro de 2021 e deverá transportar dois turistas espaciais até à ISS, tendo a duração de cerca de 30 dias. A missão será comandada pelo cosmonauta Alexander Misurkin que deverá assim realizar a sua terceira missão espacial. Originalmente haviam sido apontados os nomes de Johanna Maislinger (Alemanha) e de Satoshi Takamatsu (Japão) para ocuparem os dois restantes lugares. Porém, aconselho a leitura de Soyuz plans unclear as Gagarin 60th Anniversary approaches, um artigo de Tony Quine que nos explica a problemática das tripulações das próximas missões espaciais Russas.

Originalmente prevista para Outubro de 2021, o lançamento da missão comercial da Axiom Space a bordo de uma cápsula Crew Dragon deverá agora ter lugar em Janeiro de 2021. A tripulação será Comandada pelo astronauta Michael Lopez-Alegria e por Larry Connor. Neste voo iriam viajar o actor Thomas Cruise e o director Doug Liman, mas os planos para o voo foram adiados e os seus lugares serão ocupados por Mark Pathy (turista espacial do Canadá) e por Eytan Stibbe (turista espacial de Israel). Peggy Whitson e John Shoffner serão os suplentes de Lopez-Alegria e Connor, respectivamente.

Peggy Whitson e John Shoffner serão a tripulação da missão que irá transportar o actor Thomas Cruise e o director Doug Liman, possivelmente em Novembro de 2022.

O seguinte quadro mostra as missões previstas até Setembro de 2023:

Missão Data Tripulação Observações
Boeing Starliner-1 Janeiro de 2022 Williams Sunita

Josh Cassada

Jeanette Epps

Koichi Wakata

Missão operacional.
Soyuz MS-21 Março de 2022 ???

???

???

Missão operacional.
Boeing Starliner-2 Agosto de 2022 ???

???

???

???

Missão operacional.
Soyuz MS-22 Setembro de 2022 Oleg Kononenko

Anna Kikina

Nikolai Chub

Missão operacional.
Soyuz MS-23 Março de 2023 Sergey Prokopyev

Hazzaa AlMansoori

Sultan AlNeyadi

Missão operacional.
Soyuz MS-24 2023 ???

???

???

Soyuz MS-25 2023 ???

???

???

Soyuz MS-26 2023 ???

???

???

Não estão referidos neste artigos os voos tripulados da Índia por se desconhecer actualmente o plano de lançamentos.

E o que dizer sobre as missões tripuladas da China?

O final da construção em órbita da estação espacial Tiangong deverá ocorrer em 2022 após a realização de onze missões, incluindo três lançamentos de diferentes módulos, quatro lançamentos de veículos de carga e quatro lançamentos tripulados.

O módulo Tianhe (Harmonia dos Céus) será colocado em órbita a partir de Wenchang em Abril de 2021. Com uma massa de cerca de 20.000 kg, o módulo irá ser colocado numa órbita com uma altitude média de 393 km e irá servir de núcleo da estação espacial Tiangong.

A estação espacial será regularmente abastecida com os veículos de carga Tianzhou (Navio ou Barco Celestial), cujo primeiro foi lançado em Abril de 2017 para a estação espacial Tiangong-2.

Após o lançamento do módulo Tianhe, a China irá lançar o veículo de carga Tianzhou-2 que será colocado em órbita por um foguetão Chang Zheng-7 a partir de Wenchang. O Tianzhou-2 irá acoplar com o Tianhe de forma automática. A cápsula espacial tripulada Shenzhou-12 será então lançada pelo foguetão Chang Zheng-2F/G (Y13) a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan para uma missão de vários meses em órbita a bordo da nova estação espacial.

A China ainda planeia lançar o veículo de carga Tianzhou-3 e a cápsula espacial tripulada Shenzhou-13 em 2021.

Nesta altura não será fácil definir como serão compostas as tripulações das próximas missões espaciais Chinesas. Porém, pode-se definir um grupo geral composto der quatro tripulações para voos que terão lugar em 2021 e 2022. O grupo é composto por Nie Haisheng (que participou nas missões Shenzhou-6 e Shenzhou-10), Deng Qingming, Liu Boming (que participou na missão Shenzhou-7), Liu Wang (que participou na missão Shenzhou-9) , Zhang Xiaoguang (que participou na missão Shenzhou-10), Chen Dong (que participou na missão Shenzhou-11), Liu Yang (que participou na missão Shenzhou-9), Wang Yaping (que participou na missão Shenzhou-10), Ye Guangfu, Zhang Lu, Tang Hongbo, Cai Xuzhe. Alguns dos taikonautas mais antigos já estarão fora da rotação de voo, mas em reserva ainda se encontram Jing Haipeng (que participou nas missões Shenzhou-7, Shenzhou-9 e Shenzhou-11), Fei Junlong (que participou na missão Shenzhou-6) e Zhai Zhigang (que participou na missão Shenzhou-7).

Já há muito tempo que surge a possibilidade de uma das duas taikonautas (Liu Wang ou Wang Yaping) vir a ser a comandante de uma das missões à estação espacial Tiangong. O taikonauta Deng Qingming foi suplente em três missões e possivelmente fará parte de uma das duas missões a ser lançada em 2021, com o lançamento da Shenzhou-12 a ter lugar em Maio ou Junho de 2021. A missão terá uma duração de 180 dias e durante a permanência em órbita os tripulantes irão realizar várias actividades extraveículares para a instalação de um braço robótico no exterior e outros equipamentos, preparando a estação para novos módulos.

A composição Chen Dong, Wang Yaping e Ye Guangfu, foi referida como podendo vir a ser a tripulação da Shenzhou-12, tendo circulado uma fotografia (cedida por Tony Quine) que mostra Wang Yaping a ingressar na Shenzhou-12 durante uma sessão de treinos.

_______

Créditos:

Fotografia de Wang Yaping a ingressar na Shenzhou-12 cediuda por Tony Quine.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu