Progress MS-16 – Preparativos para o lançamento (III)

No Cosmódromo de Baikonur decorrem sem problemas os preparativos para o lançamento do veículo de carga Progress MS-16.

No dia 9 de Fevereiro de 2021 os especialistas da Corporação RKK Energia e de outras empresas associadas da Corporação Espacial Roscosmos, levaram a cabo a inspecção do veículo de carga Progress MS-16 nas instalações de integração e teste, levando a cabo as operações de processamento para colocar o veículo no interior da carenagem de protecção.

Entretanto, a 9 de Fevereiro o veículo de carga Progress MS-15 separava-se do módulo Pirs às 0521:30UTC. Às 1040UTC do dia 8 de Fevereiro, procedera-se ao encerramento das escotilhas entre o Progress MS-15 e o Pirs. Às 0520UTC foi enviado o comando para a abertura dos dispositivos de fixação do veículo de carga e este separou-se de seguida. Após se afastar até uma distância segura da ISS, os especialistas da Equipa de Controlo do Segmento Russo da ISS, localizado no Centro de Controlo de Missão em Korolev, arredores de Moscovo, iniciaram os processos para a reentrada controlada do Progress MS-15. Às 0830:11UTC os motores foram accionados durante 3 minutos e 30 segundos, induzindo uma retrotravagem de 116 m/s e iniciando a reentrada atmosférica. Os restos do Progress MS-15 que possam ter sobrevivido à reentrada destrutiva caíram no Oceano Pacífico pelas 0913UTC.

O conjunto seria transportado para as instalações MIK 40 na Área 31 no dia 10 de Fevereiro. É nestas instalações onde se procede à integração e montagem do foguetão lançador 14A14-1A Soyuz-2.1a a ser lançado a partir da Plataforma de Lançamento PU-6.

O Progress MS-16 irá transportar 600 kg de propelente, 420 litros de água potável no sistema Rodnik e 40,5 kg de gases comprimidos com mantimentos adicionais e azoto, bem como 1.400 kg de equipamentos vários incluindo equipamentos para os sistemas de controlo e suporte de vida, kits para experiências, itens sanitários e equipamentos de monitorização médica e sanitária, roupas, alimentos e produtos frescos para a tripulação a bordo da ISS. Adicionalmente, o compartimento de carga acomoda materiais e equipamentos de reparação (um conjunto de placas adesivas) que serão utilizados para a selagem temporária dos defeitos detectados na fuselagem da câmara de transferência do módulo de serviço Zvezda.

Adicionalmente, será transportado um conjunto de cargas para serem implementadas durante o programa de investigação aplicada no segmento Russo da ISS. Estas cargas são:

  • Kits Neurolab para a realização de uma série de experiências médicas denominadas ‘Pilot-T’ para estudar o impacto na qualidade das actividades dos cosmonautas durante;
  • Equipamentos para a experiência ‘Aseptic’ que farão possível desenvolver provisões estéreis enquanto levam a cabo experiências biomédicas em condições de voo espacial;
  • O dispositivo ‘Photobioreactor’ que será utilizado para estudar a fiabilidade de obtenção de produtos alimentares e oxigénio a partir de algas em condições de microgravidade;
  • O equipamento ‘Cascad’ será utilizado como um laboratório para desenvolver métodos eficientes de produção biotecnológica de culturas de células em condições de ausência de gravidade;
  • Sondas ‘Biodegradation’ que irão garantir a monitorização da composição de microorganismos na atmosfera da ISS para estudar o seu impacto em materiais estruturados em condições espaciais.

O lançamento do veículo de carga Progress MS-16 está previsto para as 0445UTC do dia 15 de Fevereiro e será levado a cabo pelo foguetão 14A14-1A Soyuz-2.1a (В15000-041) a partir da Plataforma de Lançamento PU-6 do Complexo de Lançamento LC31 (17P32-6) do Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão.

Imagens: RKK Energia



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post