Primeiro Chang Zheng-5B a caminho de Wenchang

Os navios de carga Yuanwang-21 e Yuanwang-22 zarparam do porto de Tianjin no dia 26 de Janeiro de 2020 transportando o que poderão ser os diferentes componentes do primeiro foguetão CZ-5B Chang Zheng-5B.

A chegada Wenchang está prevista para o dia 1 de Fevereiro.

Este deverá ser o lançador que será utilizado numa missão não tripulada da nova cápsula espacial tripulada da China e cujo lançamento está previsto para Abril de 2020.

O foguetão CZ-5B é uma variante do foguetão CZ-5 Chang Zheng-5. O CZ-5 é um lançador a dois estágios com 5 metros de diâmetro, auxiliados por quatro propulsores laterais com 3,35 metros de diâmetro, tendo uma capacidade de carga útil de 14.000 kg para uma órbita de transferência geossíncrona. O veículo tem um comprimento de 56,97 metros, uma massa de 869.000 kg e um impulso de 10.572 kN.

Por seu lado, CZ-5B é um lançador de estágio central com 5 metros de diâmetro, auxiliados por quatro propulsores laterais com 3,35 metros de diâmetro, tendo uma capacidade de carga útil de 22.000 kg para uma órbita terrestre baixa. O veículo tem um comprimento de 53,70 metros, uma massa de 837.500 kg e um impulso de 10.572 kN.

O primeiro estágio do CZ-5B tem um comprimento de 31,02 metros e uma massa de 175,800 kg. O estágio é composto por um tanque de oxidante, secção inter-tanque, tanque de combustível, estrutura do motor e secção posterior. A extremidade frontal do tanque de oxidante dianteiro é protegida por uma camada de isolamento térmico em fibra de vidro para evitar danos causados pela alta pressão e fluxo quente de exaustão do motor do segundo estágio durante a separação entre ambos.

O estágio é propulsionado por dois motores YF-77 de câmara única com capacidade para 50 toneladas (510 kN) cada um ao nível do mar ou 70 toneladas (700 kN) no vácuo. Cada motor pode girar de forma independente em dois planos para fornecer impulso direccional e direcção ao lançador. Os dois motores principais são montados na estrutura do motor, fixada na parte traseira do tanque de combustível.

O YF-77 é o primeiro motor de foguetão criogénico de alta pressão desenvolvido pela China, consumindo hidrogénio líquido (LH2) como combustível e oxigénio líquido (LOX) como oxidante. Ao contrário de alguns dos motores criogénicos mais avançados do mundo, que usam ciclo de combustão em etapas, o YF-77 usa ciclo gerador de gás menos eficiente, resultando em desempenho inferior aos projectos estrangeiros da mesma classe.

Os quatro propulsores laterais do CZ-5B fornecem a maior parte do impulso inicial durante o lançamento. Cada propulsor tem 3,35 metros de diâmetro e 26,28 metros de comprimento, sendo compostos por um tanque de oxidante, secção inter-tanque, tanque de combustível, estrutura do motor e secção posterior. Um cone aerodinâmico é anexado à extremidade frontal do propulsor, cobrindo a antepara superior do tanque de oxigénio líquido.

Cada propulsor é equipado por dois motores YF-100 de uma câmara de combustão, produzindo um impulso total de 2.680 kN ao nível do mar. Os motores podem ser articulados na direcção radial para fornecer impulso direccional e em direcções adicionais para orientação. Os dois motores são montados na estrutura do motor, fixada na parte traseira do tanque de combustível.

O YF-100 é um motor líquido de ciclo de combustão em estágios alimentando por bomba que consome LOX / querosene, com impulso ajustável e proporção de mistura variável. O pré-queimador do motor queima todo o fluxo de massa LOX com um baixo volume de querosene para gerar gás quente que alimenta a turbina única. A turbo-bomba é de projecto de eixo único, com uma bomba de oxigénio de estágio único e uma bomba de querosene de estágio duplo accionada pela mesma turbina. Também possui duas bombas de baixa pressão que evitam a cavitação. O motor possui um dissipador de calor para aquecer o oxigénio para a pressurização do tanque LOX e também fornece querosene de alta pressão como fluido hidráulico para os actuadores de controle de vectores axiais.

O novo veículo espacial tripulado da China tem um desenho muito distinto das cápsulas Shenzhou. Com uma designação ainda não identificada pelas autoridades Chinesas, a cápsula tem um comprimento de 8,8 metros e uma massa de 21.600 kg. O novo veículo será capaz de transportar até seis tripulantes (ou três tripulantes e 500 kg de carga).

Além de ser utilizada para missões de transporte de tripulação e carga para a nova estação espacial modular Tiangong, o novo veículo poderá ser utilizado para missões ao espaço profundo e para missões lunares.

O protótipo do novo veículo tripulado bem como o protótipo do módulo Tianhe da estação espacial Tiangong, chegaram a Wenchang no dia 20 de Janeiro. O protótipo do Tianhe será utilizado para ensaios conjuntos com o primeiro foguetão Chang Zheng-5B, enquanto que o protótipo do novo veículo tripulado será lançado pelo voo inaugural do CZ-5B.

%d blogueiros gostam disto: