O império de Elon Musk à Conquista de Marte

Texto de Vasco Pinheiro

Desde há muitos anos que o bilionário Elon Musk, um dos fundadores do PayPal, Tesla e SpaceX, tem o sonho de levar a humanidade a Marte. Em 2001 após ter sido realizada a venda da Paypal e com centena e meia de milhões de dólares no bolso, o Elon idealizou o Mars Oasis, um projecto para pousar uma estufa experimental em miniatura e cultivar plantas em Marte, numa tentativa de recuperar o interesse público na exploração espacial e aumentar o orçamento da NASA. Mas quando falhou a tentativa de comprar mísseis balísticos intercontinentais (ICBM) Russos que seriam convertidos em foguetões, decidiu criar a sua própria empresa para fabricar os seus foguetões e assim em 2002 nasceu a SpaceX.


Nos objectivos da formação da SpaceX encontram-se dois predominantes: revolucionar as tecnologias espaciais e tornar a humanidade numa espécie multi-planetária. Dos planetas do nosso sistema solar para onde será possível levar a humanidade nos próximos anos, Marte é o candidato preferencial: está relativamente perto da Terra, a duração dos dias têm também cerca de 24h; está suficientemente próximo do Sol para que este possa contribuir como fonte de energia e servir para a gestação de plantas em estufas; tem água em forma de gelo no subsolo e contém em abundância elementos químicos (carbono, hidrogénio, nitrogénio e oxigénio) que estão acessíveis e que permitem fabricar materiais além de combustível para foguetões.

Mas para que Marte seja se torne realmente habitável é necessário conseguir transportar de forma económica pessoas e mercadorias para o planeta, construir uma base com instalações à superfície e subterrâneas, criar um sistema de energia para suportar as diversas infraestruturas, ter um sistema de comunicações entre Terra e Marte e também alguma forma de transporte superfície para levar astronautas, equipamentos e carga para diferentes partes do planeta.

Vamos conhecer de que forma o império de empresas de Elon Musk poderá contribuir para que seja possível realizar a colonização de Marte.

SpaceX

O foguetão Big Falcon Rocket

Esta empresa é a que vai contribuir de uma forma mais directa para estabelecer a humanidade em Marte. É a empresa responsável pela construção dos veículos que irão levar pessoas e carga da Terra para Marte. Actualmente a SpaceX possui os foguetões tecnologicamente mais avançados capazes de transportar satélites para a órbita da Terra, carga e astronautas para a Estação Espacial Internacional e voltar a pousar na Terra para serem reutilizados novamente. Estes feitos tecnológicos permitiram à SpaceX desenvolver as tecnologias para tornar o acesso ao espaço mais económico e estudar novas formas de pousar em Marte.

A SpaceX encontra-se a desenvolver o foguetão Big Falcon Rocket (BFR) que terá a capacidade de levar 100 pessoas ou 100 toneladas de carga de uma só vez para Marte. Este foguetão será capaz de se reabastecer em órbita da Terra de forma a que possa efectuar a viagem para Marte mais rapidamente e com uma maior capacidade de carga do que até agora foi possível. Uma vez em Marte estes foguetões, que utilizam metano como combustível, podem ser novamente reabastecidos com combustível produzido no próprio planeta, ficando assim novamente disponíveis para regressar à Terra e efectuar novo transporte de volta a Marte.

Tesla Energy

Tesla PowerPacks junto a plantação de painéis solares

Uma vez em Marte será necessário montar um sistema de geração e armazenamento de energia eléctrica para suportar todas as infraestruturas da base. Actualmente a Tesla Energy, um dos ramos da empresa Tesla, é uma das empresas que tem a melhor tecnologia de armazenamento de energia eléctrica em baterias, os Tesla Power Packs, que estão já actualmente a suportar grandes cidades em todo o mundo. Esta energia pode ser captada através de painéis solares construídos pela própria Tesla Energia, ou também armazenar a energia gerada por reactores nucleares como o Kilo Power da NASA. Com uma combinação de armazenamento de energia em Power Packs e Power Walls individuais em cada habitação, teremos em permanência suficiente energia eléctrica armazenada para sustentar toda a base.

Tesla

Protótipo de uma carrinha Pickup da Tesla

Devido à inexistência de atmosfera com abundância de oxigénio é impossível o uso de motores de combustão em Marte. A solução óbvia é o uso de veículos eléctricos. A Tesla é também a empresa que está actualmente mais capacitada para construir veículos eléctricos que possam ser utilizados em Marte, com as suas tecnologia avançadas para fabricação de motores eléctricos, baterias para veículos e até condução autónoma. Não só tem já vasta experiência em construir carros e SUVs eléctricos, como também está a desenvolver novos programas para fabricação de carrinhas pickups e camiões pesados. Estes programas podem vir a servir para construir veículos eléctricos ligeiros e pesados, para o transporte de pessoas e carga na superfície de Marte, podendo até ter a capacidade de condução autónoma. Os veículos usarão as infraestruturas de carregamentos rápidos em diversos locais da base.

Starlink

Representação da constelação de satélites StarLink

A StarLink é uma constelação de pequenos satélites de comunicações em órbita baixa da Terra que está a ser desenvolvida pela SpaceX. Quando estiver completamente concluída em 2024 será composta por mais de 12.000 satélites que permitiram comunicações em alta velocidade em qualquer ponto da Terra. Uma constelação semelhante à StarLink pode também ser utilizada em Marte para permitir comunicações em todo o planeta. Actualmente os robôs em Marte têm de esperar pela passagem de um satélite de forma a transmitir as informações recolhidas de volta para a Terra. Com uma constelação de satélites em órbita tal não seria necessário. Em qualquer momento será possível enviar comunicações para outro ponto de Marte e facilitará também transmissões mais frequentes com a Terra.

The Boring Company

Ilustração da NASA com infraestruturas subterrâneas em Marte

A mais recente empresa do império do Elon Musk é uma empresa dedicada à construção de túneis subterrâneos para o transporte de veículos nas grandes cidades. A tecnologia de escavação usadas pelas tuneladoras está a ser melhorada por engenheiros da SpaceX permitindo ganhos em termos de tempo e velocidade na construção de túneis. O uso de túneis em Marte será também fundamental para a construção de infraestruturas subterrâneas que permitam proteger a população das constantes radiações solares e cósmicas.

O império na Terra e em Marte

Sem dúvida que o império de Elon Musk tem crescido muito nos últimos 10 anos. Cada uma das suas empresas tem revolucionado os mercados onde actuam com grande impacto no progresso da humanidade, como o impacto no sector financeiro com pagamentos electrónicos (PayPal); transporte de carga e astronautas para o espaço (SpaceX); armazenamento de energia (Tesla Energy), automóveis e camiões eléctricos, com condução autónoma (Tesla); Comunicações globais a alta velocidade (StarLink) e construção de túneis subterrâneos (The Boring Company).

E não deixa de ser curioso a coincidência (ou não) de que estas mesmas empresas poderão ter um contributo fundamental no desenvolvimento de uma base permanente em Marte!

Edição: Rui C. Barbosa

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Texto original publicado aqui.

 

%d blogueiros gostam disto: