Módulo Pirs separado da ISS

Lançado a 14 de Setembro de 2001 a partir do Cosmódromo de Baikonur, o módulo Pirs serviu durante cerca de 20 anos como porto de acoplagem e de escotilha na secção russa da estação espacial internacional. A sua vida útil chegou ao fim a 26 de Julho de 2021 após ter sido separado do módulo Zvezda, estando acoplado ao veículo de carga Progress MS-16, e levando a cabo uma reentrada destrutiva na atmosfera terrestre.

Inicialmente pensado para a estação espacial soviética Mir-2, o Pirs foi acoplado ao Zvezda às 0105UTC do dia 17 de Setembro de 2001, sendo separado às 1055UTC do dia 26 de Julho. A reentrada atmosférica iria ocorrer às 1442:30UTC.

Após a sua acoplagem com o Zvezda, uma série de actividades extraveículares iria preparar o novo módulo para as suas futuras funções. O Pirs tinha uma massa de 3.580 kg, um comprimento de 4,91 metros e um diâmetro de 2,55 metros, tendo um volume interno de 13 m3. A sua principal função era permitir a acoplagem dos veículos logísticos russos e a transferência de combustível para os módulos Zarya e Zvezda, bem como para servir como escotilha de acesso ao exterior por parte dos cosmonautas russos. A primeira acoplagem com o Pirs teve lugar a 20 de Abril de 2002 com a chegada da Soyuz TM-33 e a primeira actividade extraveícular foi realizada a 8 de Outubro de 2001.

Com a partida do Pirs, está agora aberta a porta para a chegada do novo módulo Nauka.

Imagens: Roscosmos e NASATV



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post