Mais três módulos de serviço para Artemis a serem construídos na Europa

A ESA assinou um novo contrato com a Airbus para a construção de mais três Módulos de Serviço Europeu para a Orion, a aeronave da NASA que levará astronautas à Lua e ao Gateway lunar no programa Artemis.

Orion: The spacecraft

Com estes Módulos de Serviço Europeu – além dos três já em produção – a ESA está a garantir que o programa Artemis da NASA continue a desenvolver uma presença sustentável na Lua e em torno dela, em parceria internacional. Os três módulos serão integrados em Bremen, na Alemanha, com componentes e maquinaria construídos e fornecidos por empresas de dez países da Europa.

O Módulo de Serviço Europeu será usado para levar astronautas à lua. Como a força motriz da aeronave Orion, este fornece propulsão e os produtos para consumo de que os astronautas precisam para sobreviver.

David Parker, Diretor de Exploração Humana e Robótica da ESA, disse: “Este contrato duplica o compromisso da Europa em fornecer o material vital para enviar a humanidade à Lua na Orion. Juntamente com os elementos que estamos a construir para o Gateway lunar, estamos a garantir as bases para os astronautas da ESA explorarem o nosso Sistema Solar, bem como a garantir empregos e conhecimento tecnológico para a Europa.”

$video.data_map.short_description.content

“A Europa entrou numa nova década de exploração. A construção de seis Módulos de Serviço Europeus Orion é um empreendimento como nenhum outro. A Airbus tem algumas das melhores mentes do mundo na exploração espacial a trabalhar neste veículo fenomenal e este novo acordo facilitará muitas missões lunares futuras através de parcerias internacionais,” disse Andreas Hammer, Chefe de Exploração Espacial da Airbus. “A Europa é um parceiro forte e confiável nas missões Artemis da NASA e o Módulo de Serviço Europeu Orion representa uma contribuição crucial para tal.”

European Service Module-1 for Artemis I ready for fuelling

Os Módulos de Serviço Europeus são cilindros de quatro metros de diâmetro e altura. Possuem quatro painéis solares que medem 19 metros quando desenrolados que geram energia suficiente para abastecer duas residências. As 8,6 toneladas de combustível do módulo de serviço podem alimentar um motor principal e 32 propulsores menores. Também fornece à tripulação os elementos centrais de suporte de vida, como água e oxigénio, e regula o controlo térmico enquanto conectado ao módulo da tripulação.

Installing propellant tanks in European Service Module-2

Artemis I, o primeiro voo de teste da Orion sem tripulação com um Módulo de Serviço Europeu, está a ser abastecido no Centro Espacial Kennedy da NASA na Flórida, EUA, em preparação para o seu voo no final deste ano. A próxima missão, Artemis II, verá os primeiros astronautas voar ao redor da Lua e de volta à Terra, o seu Módulo de Serviço Europeu está a finalizar a integração em Bremen. Com Artemis III, a NASA levará a primeira mulher e o próximo homem à lua. Os módulos anunciados hoje serão usados para as missões Artemis IV a VI. Os primeiros dois desses três Módulos no contrato são a contribuição europeia para o portal lunar internacional.

European Service Module-3 structure arrives in Bremen

Notícia e imagens: ESA

Os artigos da ESA são escritos segundo o novo AO90



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post