Lançamentos orbitais em Janeiro de 2023

O ano de 2022 terminou com 186 lançamentos orbitais dos quais 7 falharam e 179 resultaram na colocação das suas cargas em órbitas estáveis.

Para um resumo da actividade relacionada com os lançamentos orbitais em 2022, recomendo a leitura do relatório anual de lançamentos de Jonathan McDowell disponível aqui.

O ano de 2023 poderá ser tão activo como o ano anterior, estando previstos mais de 200 lançamentos orbitais. Para Janeiro de 2023, nesta altura prevê-se a realização de 17 lançamentos já com datas definidas, podendo este número chegar aos 25 lançamentos orbitais. Estes valores são incertos devido à impossibilidade de se prever os lançamentos orbitais por parte da China e da Rússia.

Os lançamentos indicados a seguir são os que têm datas definidas à altura desta publicação.

O primeiro lançamento orbital do ano teve lugar às 14:55:55,990UTC do dia 3 de Janeiro, com a empresa norte-americana SpaceX e realizar a missão Transporter-6 a partir do Cabo Canaveral SFS. Mais informações sobre este lançamento aqui.

O primeiro lançamento orbital da China em 2023 deverá ter lugar a 8 de Janeiro, pelas 2100UTC. Neste dia, o foguetão Chang Zheng-7A (Y4) será lançado a partir do Complexo de Lançamento LC201 do Sítio de Lançamento de Satélites de Wenchang, província de Hainan. A sua carga deverá ser o satélite Shijian-23 de missão não identificada. A janela de lançamento está aberta até às 0230UTC do dia 9 de Janeiro.

A SpaceX continuará a estar muito activa em Janeiro de 2023, tendo previstos vários lançamentos. A 9 de Janeiro deverão ser lançados mais 54 satélites Starlink na missão Starlink G2-4 que será lançada a partir do Complexo de Lançamentos SLC-4E da Base das Forças Espaciais de Vandenberg, Califórnia.

Desenvolvidos pela SpaceX, os satélites Starlink transportam uma carga de comunicações de banda Ku/Ka além de um sistema de comunicações óptico inter-satélite por laser. A rede Starlink permite a distribuição de serviços de Internet de alta velocidade e baixa latência a todo o planeta.

Outros lançamentos Starlink estão previstos para 12 de Janeiro (Starlink G2-6 com 54 satélites desde Vandenberg), 17 de Janeiro (Starlink G5-2 com 54 satélites desde o Cabo Canaveral), 20 de Janeiro (Starlink G5-3 com 54 satélites desde o Cabo Canaveral), 22 de Janeiro (Starlink G2-5 com 54 satélites desde Vandenberg) e 29 de Janeiro (Starlink G5-4 com 54 satélites desde o Cabo Canaveral). As missões Starlink G2-2 e Starlink G4-24 (com 54 satélites cada, desde o Cabo Canaveral) poderão ainda ser lançadas em Janeiro de 2023.

Ainda a 9 de Janeiro, a SpaceX vai colocar em órbita 40 satélites OneWeb na missão OneWeb-L16. O lançamento está previsto para as 0445UTC e será realizado pelo foguetão Falcon 9-196 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral SFS, Florida. O primeiro estágio será recuperado na zona de aterragem LZ-1 do Cabo Canaveral.

A constelação OneWeb é uma constelação que deverá ser composta por 648 satélites para fornecer acesso à Internet em todo o globo para consumidores individuais e companhias aéreas, além de serviços a operadores marítimos, serviços de backhaul, comunidades de Wi-Fi, serviços de respostas de emergência, etc.

Após vários adiamentos em 2022 devido a problemas técnicos, a empresa ABL Space Systems vai tentar realizar o lançamento inaugural do seu foguetão RS1 às 2200UTC do dia 9 de Janeiro, com o lançamento a ter lugar a partir da Plataforma de Lançamento LP-3C do Kodiak PSC, Alasca.

Nesta primeira missão o RS1 transporta dois pequenos CubeSat-6U, o VariSat-1A e o VariSat-1B, que têm como missão realizar a demonstração tecnológica e para obter experiência com satélites projectados para suportar comunicações de dados marítimos HF.

A Virgin Orbit deverá realizar o seu primeiro lançamento a partir da Cornualha a 9 de Janeiro. A missão ‘Start Me Up’ será lançada às 2216UTC e o foguetão LauncherOne deverá transportar os satélites AMBER-1, Prometheus-2A e Prometheus-2B, CIRCE-1 e CIRCE-2, DOVER, ForgeStar-0, AMAN e STORK-6.

A Rocket Lab USA deverá colocar em órbita os satélites Capella-9 e Capella-10, a 10 de Janeiro. O lançamento terá lugar a partir do Complexo de Lançamento LA-0C (LC-2) do MARS Wallops Island.

A Capella Space desenvolveu uma série de satélites SAR, Capella, que deverão constituir uma constelação de trinta unidades em órbita. Com uma massa de 112 kg, os satélites irão fornecer imagens de radar com uma resolução superior a 0,5 metros com grande contraste, alta resolução e baixo ruído. Os satélites Capella estão equipados com uma antena de 3,5 metros em forma de rede reflectora.

O foguetão Falcon Heavy-05 (B1064.2, B1079, B1065.2) deverá ser lançado a 12 de Janeiro transportando a missão militar USSF-67. O lançamento está previsto para as 2230UTC e será realizado a partir do Complexo de Lançamento LC-39A do Centro Espacial Kennedy, Ilha de Merritt – Florida. A missão USSF-67 transporta o satélite CBAS-2 e a plataforma LDPE-3A com três pequenos satélites.

O CBAS (Continuous Broadcast Augmenting SATCOM) é um satélite geoestacionários que irá fornecer capacidades de retransmissão de comunicações para apoiar os topos de comando, comandantes de combate e aumentar a rede de satélites de comunicações militares existentes.

O satélite de navegação GPS-III SV06 ‘Amelia Earhart’ (também designado Navstar-79) deverá ser colocado em órbita a 18 de Janeiro. O lançamento será realizado a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 do Cabo Canaveral SFS pelo foguetão Falcon-9 (B1077.2).

A SpaceX deverá tentar realizar o primeiro lançamento orbital do conjunto Super Heavy/Starship a 20 de Janeiro. O Super Heavy/Starship (B7/S24) será lançado a partir da Plataforma de Lançamento Pad A da Starbase (Boca Chica). A carga a bordo é desconhecida, podendo ser apenas um simulador de massa.

O satélite militar IGS Radar-7 será lançado pela empresa Mitsubishi Heavy Industries às 0100UTC do dia 25 de Janeiro. O lançamento terá lugar a partir da Plataforma de Lançamento LP-1 do Centro Espacial de Tanegashima.

A segunda missão do foguetão Indiano SSLV (SSLV Demo 2) deverá ter lugar a 26 de Janeiro. O lançamento será efectuado a partir do Centro Espacial Satish Dawan SHAR, Ilha de Sriharikota, e está previsto para as 0330UTC.

Fotografia: SpaceX



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post