Lançamentos orbitais em Janeiro de 2022

O mês de Dezembro de 2021 terminou com um total de 23 lançamentos orbitais, dos quais dois foram mal sucedidos, tendo sido colocados em órbita 175 satélites. Nunca se haviam realizado tantos lançamentos orbitais em Dezembro como no ano de 2021! 

Para Janeiro de 2022 estão previstos 7 lançamentos orbitais com datas já definidas, podendo chegar aos 12 lançamentos.

Devido ao embargo na divulgação de informação sobre as actividades espaciais chinesas imposta pelo governo da China, existe agora uma grande incerteza sobre os lançamentos orbitais daquele país.

Serão somente apresentados os lançamentos com datas definidas à altura desta publicação.

O primeiro lançamento orbital de 2022 deverá ter lugar no dia 6 de Janeiro pelas 2149UTC, com o lançamento de um novo conjunto de satélites Starlink. A missão Starlink 4-5 (v1.5 L5) colocará em órbita 53 satélites Starlink e será lançada pelo foguetão Falcon 9-135 a partir do Complexo de Lançamento LC-39A do Centro Espacial Kennedy, Ilha de Merritt – Florida. Desenvolvidos pela SpaceX, os satélites Starlink v1.5 têm uma massa de cerca de 260 kg e transportam uma carga de comunicações de banda Ku/Ka além de um sistema de comunicações óptico inter-satélite por laser.

A Virgin Orbit deverá realizar o lançamento da missão “Above The Clouds” a 12 de Janeiro, pelas 2200UTC. A missão será realizada pelo conjunto Boeing 747 “Cosmic Girl” / LauncherOne e terá lugar a partir da RW12/30 do Mojave Air and Space Port. A bordo do LauncherOne estarão os satélites ADLER-1, Ignis, ScopeSat, SteamSat-2, STORK-3, ELaNa 29 (PAN-A e PAN-B) e vários satélites na missão STP-27VPB.

A missão partilhada Transporter-3 será realizada pela SpaceX a 13 de Janeiro. O seu lançamento está previsto para as 1525UTC e será realizada pelo foguetão Falcon 9-136 a partir do Complexo de Lançamento SLC-40 d0 Cabo Canaveral SFS, Florida.

A bordo da Transporter-3 estarão dezenas de pequenos satélites, entre os quais a missão Alba Cluster 4 (PION-BR1), Capella-7 (Capella Whitney 5), Capella-8 (Capella Whitney 6), CZE-BDSat, Hypernova, HYPSO-1, ION-SCV 004 (Guardian, STORK-1, STORK-2, LabSat, SW1FT, VZLUSAT-2), KSF-2A (PPM-1A), KSF-2B (PPM-1B), KSF-2C (PPM-1C), KSF-2D (PPM-1D), Sherpa FX3, Sich 2-30, TechEdSat-15, UMBRA-02, URESAT-1, WVSAT, ELaNa-40 (cubesat x2), Flock-4x (x44).

A United Launch Alliance (ULA) vai realizar o seu primeiro voo orbital em 2022, a 21 de Janeiro lançado a missão USSF-8 composta por dois satélites. O lançamento terá lugar a partir do Complexo de Lançamento SLC-41 do Cabo Canaveral SFS, Florida e será realizada pelo foguetão Atlas-V/511 (AV-084).

A bordo estarão os satélites GSSAP-5 (Hornet-5) e GSSAP-6 (Hornet-6). O programa GSSAP (Geosynchronous Space Situational Awareness Program), também designado pelo nome de código “Hornet” é composto por uma série de satélite de vigilância espacial desenvolvidos pela Força Aérea dos Estados Unidos e pela Orbital Sciences Corp. (OSC) para fornecer uma capacidade espacial a operar numa órbita quase geossincronizada apoiando as operações de vigilância espacial do U.S. Strategic Command.

Os satélites Hornet são baseados na plataforma GeoStar-1, sendo actualmente operados pelas Forças Espaciais dos Estados Unidos.

O lançamento inaugural do foguetão japonês H-III deverá ter lugar pelas 1100UTC do dia 31 de Janeiro. O foguetão H3-22S (TF-1) será lançado desde a Plataforma de Lançamento LP-1 do Complexo de Lançamento Yoshinubo do Centro Espacial de Tanegashima.

O foguetão H-3 é uma série de foguetões que está a ser desenvolvida pela agência espacial japonesa JAXA e pelos seus parceiros industriais, tendo como objectivo substituir os lançadores H-2 a um custo mas baixo.

É um lançador a dois estágios com o primeiro estágio a ser auxiliado por dois ou quatro propulsores laterais de combustível sólido (sendo estes, versões melhoradas dos propulsores SRB-A). O H-3 tem um diâmetro de 5,2 metros e um comprimento de 63 metros.

O primeiro estágio do lançador consome LOX/LH2 e pode ser dotado de dois ou três motores LE-9. Este é um motor de ciclo expansor aberto em que o hidrogénio proveniente da turbo bomba é desviado para os canais de arrefecimento da câmara de combustão principal e depois utilizado para accionar as turbinas antes de ser injectado no fluxo de combustão na extensão da tubeira de escape.

O segundo estágio do H-3 também consome LOX/LH2, baseado numa versão melhorada do motor LE-5B.

A bordo do voo inaugural do foguetão H-3 estará o satélite ALOS-3. O Advanced Land Observation Satellite 3 é um satélite de observação da Terra que será utilizado para cartografia, observação regional, monitorização de desastres e detecção de recursos. O satélite foi desenvolvido pela Mitsubishi Electric Corporation e tem uma massa de cerca de 3.000 kg. O seu tempo de vida útil é de 7 anos a operar numa órbita com uma altitude média de 669 km e sincronizada com o Sol.

Adiado de Dezembro de 2021, a ABL Space Systems deverá levar a cabo o lançamento inaugural do seu foguetão de baixo custo RS1 no dia 15 de Dezembro, pelas 0500UTC. O lançamento será realizado a partir da Plataforma de Lançamento LP-3C do Kodiak Pacific Spaceport Complex.

A bordo do RS1 estarão os satélites L2 Aerospace 1 e L2 Aerospace 2. Os dois satélites serão utilizados para testar novas tecnologias e apoiar actividades de treino, demonstrando uma rede de comunicações e arquitectura de redes única, além de testar aplicações de cibersegurança.

___________

Bibliografia:

  • Krebs, Gunter D. “GSSAP 1, 2, 3, 4, 5, 6 (Hornet 1, 2, 3, 4, 5, 6)”. Gunter’s Space Page. Consultado a 4 de Janeiro de 2022 em https://space.skyrocket.de/doc_sdat/gssap-1.htm
  • Krebs, Gunter D. “H-3”. Gunter’s Space Page. Consultado a 4 de Janeiro de 2022 em https://space.skyrocket.de/doc_lau/h-3.htm
  • Krebs, Gunter D. “ALOS 3”. Gunter’s Space Page. Consultado a 4 de Janeiro de 2022 em https://space.skyrocket.de/doc_sdat/alos-3.htm


O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post