Lançamento da Chandrayaan-2 poderá ter lugar somente daqui a três meses

Recentemente foi anunciado que a Organização de Investigação Espacial Indiana, ISRO (Indian Space Research Organization), iria lançar a sonda lunar Chandrayaan-2 para a Lua em meados de Fevereiro de 2019, tirando partido de uma janela de lançamento que se abre a 31 de Janeiro.

Porém, o lançamento da sonda Indiana somente deverá ter lugar em Abril de 2019, devido à complexidade da sonda e dos preparativos para o lançamento. No entanto, não foi especificada uma data precisa para o lançamento da segunda missão lunar da Índia.

A Chandrayaan-2, totalmente desenvolvida na Índia, é composta por três elementos: um orbitador, um módulo de descida e um veículo lunar.

Depois de uma descida controlada, a sonda irá alunar suavemente na superfície lunar num local específico e de seguida irá fazer descer um veículo robótico para a superfície. Este veículo de seis rodas irá explorar a zona em torno do local de alunagem em modo semi-autónomo, conforme decidido pelos comandos terrestres. Os instrumentos no rover irão observar a superfície lunar e enviarão os dados para a Terra.


A Chandrayaan-2, com uma massa de 2.379 kg, irá orbitar a Lua e levar a cabo observações da superfície. Os instrumentos irão obter informações científicas sobre a topografia lunar, mineralogia, abundância de elementos, exosfera lunar e sinais de hidroxila e de gelo.

No total, a missão tem uma massa de 3.877 kg, dos quais 2.379 kg correspondem ao orbitador, 1.471 kg ao módulo de descida e 27 kg ao rover.

A missão será lançada pelo foguetão GSLV MkIII M1 a partir da Plataforma de Lançamento SLP (Second Launch Pad) do Centro Espacial Satish Dawan, Ilha de Sriharikota.

 

%d blogueiros gostam disto: