Japão lança JDRS-1 desde Tanegashima

O Japão realizou o seu último lançamento orbital de 2020 ao colocar em órbita um satélite de retransmissão que será utilizado tanto por operadores militares como civis.

O lançamento do Japanese Data Relay Satellite-1 (JDRS-1) teve lugar às 0725UTC do dia 29 de Novembro e foi levado a cabo pelo foguetão H-2A/202 (F43) a partir da Plataforma de Lançamento LP1 do Complexo de Lançamento Yoshinubo do Centro de Espacial de Tanegashima.

O satélite foi construído pela Mitsubishi Electric (MELCO). Provavelmente sendo baseado na plataforma DS-2000, o JDRS-1 transporta uma carga de retransmissão de dados ópticos que estará relacionada com a mais recente geração de satélites de reconhecimento militar IGS-Optical e IGS-Radar.

Por outro lado, o satélite transporta uma carga civil de retransmissão de dados da JAXA que será utilizada com outros componentes orbitais da agência espacial Japonesa, substituindo o sistema DRTS (Kodama). Este sistema fornecia serviços de comunicações de alta velocidade utilizando comunicações convencionais de banda S e banda Ka, o novo sistema adiciona sistemas de comunicações ópticos para assim aumentar a sua capacidade.

A carga óptica da JAXA é designada LUCAS (Laser Utilising Communication System), que utiliza um feixe de infravermelhos para transmitir dados entre veículos a velocidades de até 1.8 Gbps. Os dados são transmitidos através de uma ligação de banda Ka para as estações no solo.

  H-2AO foguetão H-2A/202

O desenvolvimento do lançador H-2A surgiu após os maus resultados obtidos com o lançador H-2 que resultaram na perda de vários satélites nas suas missões finais.

O H-2A na sua versão 202 é um lançador a três estágios auxiliados por dois propulsores laterais de combustível sólido SRB-A que entram em ignição no lançamento. Assim, o H-2A/202 tem a capacidade de colocar 10.000 kg numa órbita baixa de 300 km de altitude com uma inclinação de 30,4.º ou então pode colocar 4.100 kg numa órbita de transferência para a órbita geossíncrona. No lançamento é capaz de desenvolver 5.600 kN, tendo uma massa total de 285.000 kg. A sua envergadura é de 9 metros. O seu diâmetro é de 4,0 metros e o seu comprimento atinge os 53,00 metros.

Cada SRB-A (Solid Rocket Boosters-A), considerado por muitos como o estágio 0 (zero), tem um peso bruto de 75.500 kg, pesando 10.500 kg sem combustível. Cada propulsor tem um diâmetro de 2,5 metros, um comprimento de 15,1 metros e desenvolve 229.435 kgf no lançamento, com um Ies de 282,5 s (vácuo), um Ies-nm de 230 s e um Tq 101 s.

O primeiro estágio do H-2A/202 (H-2A-1) tem um peso bruto de 113.600 kg, pesando 13.600 kg sem combustível. Tem um diâmetro de 4,0 metros, um comprimento de 37,2 metros e desenvolve 111.964 kgf no lançamento, com um Ies de 440 s (vácuo), um Ies-nm de 338 s e um Tq 390 s. Está equipado com um motor LE-7A, desenvolvido pela Mitsubishi, que consome LOX e LH2. O LE-7A pode variar a sua potência em 72%.

Finalmente o segundo estágio tem um peso bruto de 16.900 kg, pesando 3.100 kg sem combustível. Tem um diâmetro de 4,0 metros, um comprimento de 9,2 metros e desenvolve 13.970 kgf no lançamento, com um Ies de 448 s e um Tq 534 s. Está equipado com um motor LE-5B, desenvolvido pela Mitsubishi, que consome LOX e LH2.

 

 

O esquema seguinte mostra as diferentes configurações do foguetão H-2A. Presentemente só as versões 202 e 204 estão operacionais.

h-2a_2014-10-05_21-34-54

Dados estatísticos e próximos lançamentos

– Lançamento orbital: 6005

– Lançamento orbital Japão: 124 (2,06%)

– Lançamento orbital desde Tanegashima: 83 (1,38% – 66,93%)

O quadro seguinte mostra os lançamentos previstos e realizados em 2020 por polígono de lançamento.

 

Os próximos lançamentos orbitais previstos são (hora UTC):

6006 – 30 Nov (0133:28) – 372RN21A Soyuz-ST-A/Fregat-M (VS24a/N15000-010/133-??) – CSG Kourou (Sinnamary), ELS – Falcon Eye-2

6007 – 03 Dez (????:??) – 14A14-1B Soyuz-2-1b/Fregat (N15000-045/112-502(?)) – GIK-1 Plesetsk, LC43/3 – Gonets-M (I004/30L), Gonets-M (I005/31L), Gonets-M (I006/32L) (Block-17)

6008 – 05 Dez (1639:??) – Falcon 9-101 (B1058.4) – CE Kennedy, LC-39A – Dragon v2 SpX-21 (CRS-21)

6009 – 05 Dez (????:??) – CZ-3B/G Chang Zheng-3B/G5 – Xichang, LC3 – GF-14 Gaofen-14

6010 – 06 Dez (0930:??) – PSLV-XL (PSLV-C50) – Satish Dawan SHAR, SLP – CMS-01 (GSAT-12R)



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post