Investigação ao acidente do segundo Shian Quxian-1 completa

A Comissão de Investigação ao acidente que resultou na destruição do segundo foguetão Shian Quxian-1 está finalizada e apresentou as suas conclusões.

Segundo a Comissão, um pedaço de espuma de protecção térmica ter-se-á separado do veículo e terá ficado presa na Aleta de Estabilização n,º 4, bloquendo-a de forma momentânea.

Quando a espuma se terá separado, o controlo de orientação do lançador ordenou que essa aleta de estabilização executasse uma rotação de 30.º num curto período de tempo, levando assim à destruição do veículo.

O Shian Quxian-1 (Y2) “Xu Bing Tianshu”, da empresa Chinesa iSpace, foi lançado às 0815UTC do dia 1 de Fevereiro de 2021 desde o Complexo de Lançamento LC43/95 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, aparentemente transportando uma carga de seis satélites que foram perdidos.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post