Faleceu o astronauta Alfred Worden

O astronauta Alfred Worden faleceu a 18 de Março de 2020. Tinha 88 anos de idade.

Nascido a 7 de Fevereiro de 1932, Jackson – Michigan, Alfred Merrill Worden frequentou a Academia Militar de West Point tendo-se formado em 1955 com um bacharelato em Ciência e em 1963 obteve um mestrado em Engenharia Astronáutica/Aeronáutica e Instrumentação pela Universidade do Michigan.

Comissionado na Força Aérea após a sua formação académica, Alfred Worden completou o seu treino de voo no Texas e na Florida, servindo depois como piloto e oficial de armamento no 95.º Esquadrão de Intercepção na Base Aérea de Andrews, Maryland. Em 1965 frequentou a Escola Imperial de Pilotos de Teste em Farnborough, Inglaterra, e a Escola Aeroespacial da Força Aérea de Pilotos de Teste na Base Aérea de Edwards, Califórnia. Era instrutor na escola aeroespacial quando foi seleccionado pela NASA.

Worden foi um dos 19 astronautas seleccionados pela NASA em Abril de 1966. Foi membro da tripulação de suporte da missão Apollo-9, e depois piloto suplente do módulo de comando da missão Apollo-12.

Alfred Worden foi piloto do módulo de comando da missão Apollo-15 e passou três dias em órbita lunar sozinho no módulo de comando Endeavour enquanto que os astronautas David Scott e James Irwin exploravam a superfície lunar. Na viagem de regresso, Worden realizou a primeira actividade extraveícular a partir do módulo de comando em «espaço profundo», recolhendo um pequeno contentor com experiências que se encontrava no exterior do módulo de serviço.

Juntamente com James Benson Irwin, Alfred Worden foi o 54.º ser humano e o 28.º astronauta dos Estados Unidos a realizar um voo espacial orbital. A sua única missão espacial teve uma duração de 12 dias 7 horas 11 minutos e 53 segundos.

Após a sua missão na Apollo-15, Worden serviu por um breve tempo como piloto suplente do módulo de comando para a missão Apollo-17, até ser removido juntamente com David Scott e James Irwin por razões disciplinares devido a vendas não autorizadas de selos comemorativos da missão Apollo-15.

Em Setembro de 1972 foi designado para o Centro de Investigação Ames em Moffet Field, Califórnia, servindo como cientista aeroespacial sénior, e depois como chefe da divisão de estudos de sistemas.

Demitiu-se da NASA e reformou-se da Força Aérea como tenente-coronel a 1 de Setembro de 1975.

Comente este post

%d blogueiros gostam disto: