ESA e Roscosmos adiam ExoMars 2020

A Agência Espacial Europeia (ESA) e a Corporação Espacial Roscosmos decidiram adiar o lançamento da segunda missão ExoMars para estudar o Planeta Vermelho para 2022.

A equipa conjunta do projecto levou a cabo uma avaliação de todas as actividades necessárias para uma autorização de lançamento, a fim de analisar os riscos e o cronograma da missão. Com a devida consideração das recomendações fornecidas pelos inspectores europeus e russos, os especialistas do ExoMars concluíram que os testes necessários para tornar todos os componentes da sonda adequados para a missão em Marte precisam de mais tempo de preparação.

O objectivo principal da missão é o de determinar se já houve vida em Marte e entender melhor a história da água no planeta. O rover ExoMars, denominado Rosalind Franklin, inclui uma broca para aceder à sub-superfície de Marte, bem como um laboratório de pesquisa de vida em miniatura mantido numa secção ultra-limpa do veículo.

As duas partes concordaram que são necessários mais testes à sonda com o hardware e software finais. Além disso, as partes tiveram que reconhecer que a fase final das actividades do ExoMars é comprometida pelo agravamento geral da situação epidemiológica nos países europeus.

Todos os equipamentos de voo necessário para o lançamento do ExoMars foram integrado na sonda. A plataforma de pouso Kazachok, que passou recentemente nos testes térmicos e de vácuo finais na França está totalmente equipada com treze instrumentos científicos, juntamente com o rover Rosalind Franklin, com nove instrumentos.

Os mais recentes testes de extracção dinâmica doa pára-quedas da ExoMars foram concluídos com sucesso no Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, e os principais pára-quedas estão prontos para os dois testes finais de queda de alta altitude em Março no Oregon, EUA.

O módulo de descida está a ser submetido a testes de qualificação do seu sistema de propulsão no último mês. O módulo e a plataforma de descida da ExoMars foram submetidos a testes ambientais em Cannes, na França, para confirmar que a sonda está pronta para suportar as duras condições do espaço durante a sua jornada para Marte.

O novo cronograma prevê um lançamento entre Agosto e Outubro de 2022. A mecânica celeste define que apenas janelas de lançamento relativamente curtas (10 dias cada) decorrem a cada dois anos.

Imagem: ESA

Comente este post

%d blogueiros gostam disto: