ESA destaca protecção para o nosso planeta antes do Dia Internacional do Asteróide

O Dia Internacional dos Asteróides das Nações Unidas, a 30 de Junho, destaca os esforços em expansão da ESA para garantir o nosso futuro, compreendendo e abordando os riscos decorrentes de objectos próximos à Terra que podem impactar o nosso planeta.

 “O trabalho da ESA e da comunidade internacional de defesa planetária é um óptimo exemplo de como lidar com este importante perigo,” diz o Director-Geral da ESA, Jan Wörner. “O impacto de um asteróide é um desastre natural que poderá ser possível evitar se o detectarmos com antecedência.”

Hera at Didymos
Hera em Didymos

Mesmo quando a probabilidade é baixa, governos e organizações internacionais como a ONU, ao trabalhar em conjunto, mostram que é possível preparar-se com antecedência e mitigar os danos causados por uma ameaça global que pode afectar qualquer pessoa, em qualquer lugar.”

As actividades actuais da ESA incluem:

  • Estão a decorrer trabalhos de concepção detalhada na primeira missão de validação de defesa planetária da ESA: a sonda Hera voará para o par de asteróides Didymos em 2024, após a missão DART da NASA com lançamento previsto para o próximo ano, que desviará o asteróide menor.
  • As observações de longo prazo sobre asteroides da ESA foram retomadas, após uma breve pausa devido à pandemia de Covid-19.  Asteróides próximos à Terra são identificados e rastreados a partir de vários telescópios na Europa e no mundo.
  • Centro de Coordenação de Objetos Próximos à Terra (NEO) da ESA, na Itália, continua a coordenar observações de asteróides e a avaliar os riscos de objectos recém-descobertos, apesar dos sérios efeitos da Covid-19 naquele país.
  • O primeiro dos novos telescópios multiópticos ‘Flyeye’ da ESA está em construção perto de Milão e facilitará a detecção automática de asteróides uma vez em operação.
  • As estações terrestres espaciais da ESA contribuíram com cobertura de comunicação para a missão Hayabusa2 do Japão, que agora se dirige para a Terra depois de recolher amostras de um asteróide.
Space safety & security poster: Flyeye Telescopes
  • A ESA está a patrocinar um Grande Desafio sobre a Utilização de Recursos In Situ para a Lua e asteróides, permitindo que futuros exploradores façam uso de materiais encontrados no espaço. Suspenso temporariamente devido à pandemia de Covid-19, esta competição de € 500.000 deverá ser retomada em breve.
  • A aeronave ‘Observador Geofísico Remoto de Asteróide em Miniatura’ da Agência (M-Argo) está prestes a passar pela sua Revisão Preliminar de Requisitos, onde especialistas declararão viável esta audaciosa missão.  A missão Interceptor de Cometas da ESA, com lançamento previsto para o final desta década, aguardará no espaço por um corpo adequado – potencialmente até um cometa interestelar – para investigar.
Deep-space CubeSat

ESA e Segurança Espacial

No âmbito do Programa de Segurança Espacial da Agência, que recebeu um importante impulso no financiamento do Conselho Ministerial Space19+ em Novembro de 2019, a ESA está a tomar medidas como parte de um esforço internacional para mitigar os riscos de asteróides.

O objectivo da ESA é coordenar a parte da Europa de um esforço global de defesa planetária, destinado a detectar, estudar e seguir asteróides, prever se e quando estes nos podem atingir e tomar medidas de mitigação, se necessário.

Dia do Asteróide da ONU

No dia 30 de Junho de 1908, o impacto de Tunguska derrubou muitos milhões de árvores em 2200 quilómetros quadrados de território siberiano, a apenas algumas horas de rotação da Terra da Europa – os resultados teriam sido desastrosos numa área povoada.

O Dia do Asteróide, um dia de campanha de consciencialização endossado pela ONU para marcar essa data histórica, foi co-fundado pelo astrofísico e famoso músico Dr. Brian May, do grupo de rock Queen, o astronauta da Apollo 9, Rusty Schweickart , o cineasta Grig Richters e a Presidente da B612, Danica Remy.

Artist's impression of asteroids passing Earth

Dia do Asteróide TV apoiada pela ESA

Este ano, as actividades para marcar o Dia do Asteróide estão a realizar-se totalmente on-line e incluem um mês de Dia do Asteróide TV transmitido pela Asteroid Foundation, com sede no Luxemburgo, e que inclui programação da ESA, bem como os principais criadores de conteúdo, incluindo o Discovery Science, TED, IMAX, BBC, CNN, ESO e outros produtores educacionais.

A Dia do Asteróide TV transmitirá o Dia do Asteróide LIVE a partir do Luxemburgo, a partir do dia 30 de Junho às 12:00 CEST, incluindo cinco horas de segmentos de programas da ESA e do Dia do Asteróide recém-produzidos para 2020, em inglês.

A ESA está também a planear novos segmentos de programas em holandês, francês, alemão, italiano e espanhol. Estes estrearão antes de 30 de Junho.

Todos os segmentos serão transmitidos pela Internet e transmitidos ao público via AsteroidDay.org, via SES Satellite e a outras emissoras via satélite e CDN digital via Broadcasting Center Europe (BCE) da RTL.

Os segmentos também estarão disponíveis via ESA WebTV e pelo canal do YouTube da ESA.

Notícia e imagens: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post