Crew Dragon Endeavour regressa da Estação Espacial Internacional

No Sábado dia 30 de Maio de 2020 a SpaceX lançou num foguetão Falcon-9 a segunda missão de demonstração da Crew Dragon a partir do Complexo de Lançamento LC-39A do Centro Espacial Kennedy, Florida, que no dia seguinte acoplou autonomamente com o módulo Harmony da Estação Espacial Internacional.

Este voo de teste com os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley a bordo da Dragon Endeavour foi de magnitude histórica para o retorno de voos espaciais tripulados a partir de solo americano.

Após uma estadia de 63 dias na Estação Espacial Internacional, a Crew Dragon Endeavour com os dois astronautas a bordo, separou-se autonomamente  do laboratório orbital pelas 2334UTC do dia 1 e Agosto.

Aproximadamente 19 horas mais tarde, depois da separação da secção de carga e da reentrada atmosférica, a Dragon amarou no Golfo do Mexico, ao largo da costa de Pensacola, na Florida pelas 1848:24UTC no dia 2 de Agosto.

De notar que na reentrada todas as comunicações entre a estação terrestre e a tripulação são perdidas, sendo isso expectável durante um período não superior a 10 minutos.

Todo o processo de pós reentrada foi acompanhado pelas cameras a bordo do avião da NASA WB-57 que enviava imagens de infravermelhos em tempo real da descida e amaragem da Crew Dragon Endeavour.

Depois de amarar, a Crew Dragon Endeavour foi inspeccionada por barcos com equipas treinadas para o efeito em busca de resíduos hipergólicos da utilização dos motores Draco. Esta inspecção é necessária pois a presença destes resíduos a partir de um certo nível coloca em perigo a vida da tripulação e das equipas de extracção. Não havendo níveis perigosos, a equipa dos barcos “snifadores” deu luz verde para a embarcação Go Navigator aproximar-se da cápsula e iça-la, para então já na embarcação extrair os astronautas da NASA. Antes dessa mesma extracção ainda foram medidos os níveis de presença de hipergólicos que se encontrava um pouco altos (continuando nos níveis normais) mas nada de preocupante. Procedeu-se a um compasso de espera para esses níveis baixarem e então a tripulação da Crew Dragon Endeavour foi extraída com sucesso.

Para que as demonstrações sejam concluídas irá seguir-se a missão Demo-2 para finalizar as certificações de voos espaciais tripulados impostas pela NASA. Quando a missão Demo-2 estiver concluída, e a SpaceX e a NASA reverem todos os dados para certificação, os astronautas da NASA Victor Glover, Mike Hopkins, Shannon Walker e o astronauta da JAXA Soichi Noguchi irão voar na primeira missão operacional (Crew-1) da Dragon que terá a duração de 6 meses. Esta missão terá lugar em finais de Setembro de 2020.

Fases de separação, regresso e reentrada

Evento Data Hora (UTC) Localização
Fecho da escotilha 1 Ago 2020 2135 EEI
Separação 1 Ago 2020 2334 EEI
Queima Partida 0 1 Ago 2020 2335 Muito perto da EEI
Queima Partida 1 1 Ago 2020 2340 Perto da EEI
Queima Partida 2 2 Ago 2020 0027 Perto da EEI
Queima Partida 3 2 Ago 2020 0114 Perto da EEI
Sep. zona de carga 2 Ago 2020 1751:54 Órbita
Retro-travagem 2 Ago 2020 1756:45 Órbita
Reentrada atmosfera 2 Ago 2020 1836:33 Atmosfera superior
Pára-quedas auxiliares 2 Ago 2020 1836:33 Atmosfera superior
Pára-quedas principais 2 Ago 2020 1845:00 Atmosfera
Amaragem 2 Ago 2020 1848:24 Pensacola, Florida

Texto: Salomé T. Fagundes

Imagens: NASA



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post