China vai lançar satélites de detecção remota

A China vai colocar em órbita quatro satélites de detecção remota a 3 de Julho de 2021.

O lançamento será levado a cabo pelo foguetão Chang Zheng-2D (Y59) a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

A bordo estarão os satélites Jilin-1 Kuanfu-01B, Jilin-1 Gaofen-03D (01), Jilin-1 Gaofen-03D (02) e Jilin-1 Gaofen-03D (03).

O satélite Jilin-1 Kuanfu-01B está equipado com um sistema de obtenção de imagens de alta resolução e de largo campo de visão, tendo um sistema de obtenção de imagens de varrimento com uma resolução superior a 4 metros e uma largura superior a 136 km. O satélite está equipado também com sistemas de transmissão e de armazenamento de dados de alta velocidade e de transmissão digital.

Os satélites Jilin-1 Gaofen-03D (01) a Jilin-1 Gaofen-03D (03) têm uma massa de 42 kg e estão equipados com um sistema de observação leve, tendo uma resolução de 1 metros e uma largura de imagem de 579 km, operando de uma órbita a 579 km de altitude.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post