China vai lançar novo satélite de detecção remota

A China vai lançar um novo satélite de detecção remota a 6 de Setembro, pelas 0230UTC, a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan. Um foguetão Chang Zheng-4C deverá colocar em órbita o satélite Gaofen-5 (02) a partir do Complexo de Lançamento LC9.

Desenvolvidos pela Academia de Tecnologia de Voo Espacial de Xangai e baseados na plataforma is SAST-5000B, os satélites Gaofen-5 estão configurados com seis tipos de cargas, incluindo câmaras hiperespectrais de observação no espectro visível e infravermelho, sistemas de observação espectrais, detectores de gases de efeito de estufa, detectores atmosféricos de infravermelhos com alta resolução espectral, espectrómetros de absorção diferenciais para detecção dos gases atmosféricos, e detectores de polarização de multiangulo. O satélite deverá ter uma vida útil de 8 anos.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post