China testa Chang Zheng-8 em Wenchang

A China está a levar a cabo os testes de preparação para o lançamento inaugural do foguetão CZ-8 Chang Zheng-8 que deverá ter lugar em finais de Dezembro de 2020.

As imagens mostram o novo foguetão a ser transportado para o Complexo de Lançamento LC201 no Centro de Lançamentos Espaciais de Wenchang, Hainan. Os testes servirão para verificar a operação dos equipamentos e para a realização de ensaios antes do lançamento.

O novo foguetão irá utilizar motores e outras tecnologias que forem desenvolvidas para os foguetões CZ-5 Chang Zheng-5 e CZ-7 Chang Zheng-7. O novo vector será utilizado para lançamento polares e para órbitas sincronizadas com o Sol.

O CZ-8 irá preencher uma lacuna nas capacidades de lançamento orbital por parte da China, sendo também uma mais valia no que diz respeito às perspectivas comerciais por parte daquele país Asiático. O novo foguetão será capaz de colocar uma carga de 7.600 kg numa órbita terrestre baixa, 4.500 kg numa órbita sincronizada com o Sol ou 2.500 kg numa órbita de transferência geossíncrona. O novo veículo terá um diâmetro de 3,8 metros e irá utilizar dois propulsores laterais de combustível sólido com um diâmetro de 2,0 metros, sendo esta a primeira vez que um lançador da China utiliza propulsores laterais deste tipo.

O primeiro estágio do novo lançador foi modificado para ser reutilizável através de aterragens verticais. Estando equipado com sistemas de aterragem móveis que se colocam em posição na fase final da descida. Os propulsores laterais permanecem acoplados ao primeiro estágio na aterragem.

Na sua primeira missão o CZ-8 deverá colocar em órbita o satélite XJY-7 Xinjishu Yanzheng-7 e o pequeno satélite Etíope de detecção remota ET-SMART-RSS. Nesta missão não será tentada a recuperação do primeiro estágio.

Imagens: Internet Chinesa



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post