China lança satélite de detecção remota desde Jiuquan

A China levou a cabo o lançamento de um novo satélite de detecção remota para a constelação Jilin-1. O lançamento teve lugar às 0340UTC do dia 13 de Novembro de 2019 e foi levado a cabo pelo foguetão KZ-1A Kuaizhou-1A (Y11) a partir do Complexo de Lançamento LC43/95 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan.

A constelação de satélites Jilin-1 (também designada Lingqiao-1) foi desenvolvida na província de Jilin pela Chang Guang Satelllite Tech Co. e trata-se da primeira constelação de satélites da China desenvolvidos para utilização comercial. A constelação será composta por vários satélites que irão fornecer dados para clientes comerciais para os auxiliar na previsão e mitigação de desastres geológicos, bem como encurtar a escala temporal para a exploração de recursos naturais.


O novo satélite, Jilin-1 Gaofen-2A, é o 14.º satélite da constelação de Jilin-1 e estará operacional a uma altitude de 535 km. O satélite pode obter imagens estáticas de varrimento com resolução em cores melhor que 0,76 metros e resolução multi-espectral melhor que 3,1 metros. A largura das imagens é superior a 40 km. As imagens são transmitidas para as estações terrestres via transmissão digital com uma taxa de 1,8 Gbps. A massa do satélite no lançamento é de 230 kg.

Jilin é uma das mais antigas bases industriais do país, está a desenvolver a sua indústria de satélites como uma nova unidade económica. A província planeia lançar 60 satélites até 2020 e 137 até 2030.

A primeira fase do projecto presenciou o lançamento dos quatro primeiros satélites Jilin-1 a 7 de Outubro de 2015. Os satélites Jilin-1 Optical-A, LQSat (Jilin-1 Smart Verification Satellite), Lingqiao-A e Lingqiao-B foram lançados pelo foguetão Chang Zheng-2D (Y37) a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan.

O quinto satélite, Jilin-1 Video-03, foi lançado a 9 de Janeiro de 2017. Era um satélite de detecção remota para vídeo de alta definição capaz de adquirir dados de vídeo com luz visível para observação da Terra em alta resolução. O satélite foi lançado pelo foguetão Kuaizhou-1A (Y1) a partir de Jiuquan.

A 21 de Novembro de 2017, foram lançados mais três satélites para a constelação Jilin-1. Os satélites Jilin-1 Video-4, Jilin-1 Video-5 e Jilin-1 Video-6 foram lançados pelo foguetão Chang Zheng-6 (Y2) a partir do Complexo de Lançamento LC16 do Centro de Lançamento de Satélites Taiyuan. Os três satélites apresentavam um gerador de imagens duplas com resolução no solo de 1 metro para imagens de vídeo de visão e imagens de varrimento.

Mais dois satélites foram lançados a 19 de Janeiro de 2018. Designados Deqing-1 (Jilin-1 Video-7) e Jilin Linye-2 (Jilin-1 Video-8), os dois satélites foram lançados pelo foguetão Chang Zheng-11 (Y20011703 / Y3) a partir de Jiuquan e eram semelhantes aos satélites de vídeo anteriores.

Dois satélites hiperespectrais foram lançados a 21 de Janeiro de 2019. O Jilin Lincao-1 (Jilin-1 Hyperspectral-01) e Wenchang Chaosaun-1 (Jilin-1 Hyperspectral-02) apresentavam um sistema de observação hiperespectral, fornecendo uma resolução no solo de 5 metros e uma largura de faixa de 150 km em 26 bandas espectrais. Os satélites foram lançados pelo foguetão Chang Zheng-11 (Y20011806 / Y6) a partir de Jiuquan.

O Jilin-1 Gaofen-3A foi lançado a 5 de Junho de 2019, a bordo do Chang Zheng-11H a partir do Mar Amarelo. O satélite foi equipado com um sistema de imagem leve, com uma resolução de 1 metro, uma faixa de imagem de 17 km.

O plano original era ter 16 satélites em órbita até o final de 2019, completando uma rede de detecção remota que cobrirá todo o mundo e será capaz de actualizar de três a quatro horas nos dados fornecidos. A partir de 2020, os planos apontam para uma constelação orbital de 60 satélites capaz de actualizar 30 minutos nos dados fornecidos. A partir de 2030, a constelação de Jilin terá 138 satélites em órbita, formando dados de segmento de aquisição de espectro completo para todo o dia e para qualquer clima e capacidade de observar qualquer ponto arbitrário do globo com uma capacidade de revisitação de 10 minutos, fornecendo a mais alta resolução espacial do mundo.

Como os lançamentos anteriores do Kuaizhou-1A, o lançamento foi gerido pela Expace.

A Expace Technology Co., Ltd., subsidiária da China Aerospace Science & Industry Corp, é especializada em investigação e desenvolvimento, fabrico e comercialização de veículos de lançamento da série Kuaizhou para fornecer um serviço de lançamento comercial económico, confiável e preciso para clientes em todo o mundo mundo.

O foguetão Kuaizhou-1A

O foguetão KZ-1A Kuaizhou-1A é um lançador de combustível sólido altamente fiável, de alta precisão e de baixo custo, desenvolvido pelo China Aerospace Science and Technology Corporation (CASIC) e comercializado pela China Space Sanjiang Group Corporation (EXPACE).

O lançador pode enviar uma carga de 200 kg para uma órbita a 700 km de altitude sincronizada com o Sol. O veículo é principalmente destinado ao envio de cargas para a órbita terrestre baixa, tanto para clientes domésticos como estrangeiros.

O KZ-1A é possivelmente baseado no míssil DF-21 Dongfeng-21 ao qual é adicionado dois estágios superiores extra. Não existem diferenças aparentes entre o KZ-1A e o KZ-1. Tanto um como outro foram anteriormente apresentados de forma comercial como o lançador FT-1 Feitian-1. Porém, a diferença pode ser explicada pelo facto de o KZ-1A ser utilizado para o lançamento de cargas múltiplas, enquanto que o KZ-1 é utilizado para o lançamento de uma só carga que permanece acoplada com o quarto estágio de propulsão líquida.

O KZ-1A utiliza uma plataforma móvel para o seu lançamento, equipamento de fornecimento de fornecimento de energia integrado, instalações de teste e de controlo de lançamento, instalações de orientação e instalações de controlo de temperatura.

O KZ-1A tem um comprimento de 20 metros e uma massa no lançamento de 30.000 kg, tendo um diâmetro máximo de 1,4 metros. É um lançador a três estágio de combustível sólido e um quarto estágio de propelentes líquidos.

A propulsão sólida é composta por três estágios iniciais com uma tubeira fixa. O primeiro estágio tem um diâmetro de 1,40 metros, uma massa total de 16,621 kg, tempo de queima de 65 segundos e um impulso de 2,352 Ns/kg. O segundo estágio tem um diâmetro de 1,40 metros, massa total de 8,686 kg, tempo de queima de 62 segundos e um impulso de 2,810 Ns/kg. O terceiro estágio tem um diâmetro de 1,20 metros, uma massa de 3,183 kg, tempo de queima de 55 segundos e um impulso de 2,850 Ns/kg. O lançador pode utilizar dois tipos de carenagem de protecção com um diâmetro de 1,2 metros e de 1,4 metros.

O perfil de lançamento tem a separação do primeiro estágio a 1 minuto e 23 segundos após o lançamento. A separação do segundo estágio ocorre a 2 minutos e 21 segundos após o lançamento, e a separação da carenagem ocorre 15 segundos após a separação do segundo estágio.

A ignição do terceiro estágio ocorre aos 192 segundos de voo, terminando 1 minuto e 32 segundos mais tarde. Três segundos após a separação do terceiro estágio, o quarto e último estágio confere o impulso final para se atingir a velocidade orbital, tendo a sua queima uma duração de 12 minutos e 45 segundos. A separação da carga ocorre 17 minutos e 40 segundos após o lançamento.

Dados estatísticos e próximos lançamentos

– Lançamento orbital: 5885

– Lançamento orbital China: 340 (5,78%)

– Lançamento orbital desde Jiuquan: 122 (2,07% – 35,88%)

Os quadro seguinte mostra os lançamentos previstos e realizados em 2019 por polígono de lançamento.

 

Os próximos lançamentos orbitais previstos são (hora UTC):

5886 – 13 Nov (0629:00) – CZ-6 Chang Zheng-6 – Taiyuan, LC16 – Ningxia-1 (x5)

5887 – 22 Nov (2108:07) – Ariane-5ECA (VA250) – CSG Kourou, ELA3 – TIBA-1, Inmarsat-5 F5 (GX-5)

5888 – 23 Nov (0100:00) – CZ-3B Chang Zheng-3BGZ/YZ-1 – Xichang, LC3 – Beidou-3M19, Beidou-3M20

5889 – 25 Nov (????:??) – Electron/Curie (F10 ‘Running Out Of Fingers’) – Onenui (Máhia), LC-1 – ATL-1, FossaSat-1, NOOR-1A, NOOR-1B, SMOG-P, TRSI-Sat, ALE-2

5887 – 27 Nov (0400:00) – PSLV-C47 – Satish Dawan SHAR, FLP – CartoSat-3, Meshbad, NEMO-AM, Flock-4p 1, Flock-4p 2, Flock-4p 3, Flock-4p 4, Flock-4p 5, Flock-4p 6, Flock-4p 7, Flock-4p 8, Flock-4p 9, Flock-4p 10, Flock-4p 11, Flock-4p 12

 

%d blogueiros gostam disto: