China lança nove satélites

Depois da perda do satélite Jilin-1 Gaofen-02C a 12 de Setembro de 2020, a China levou a cabo com sucesso o lançamento de nove satélites às 0123UTC do dia 15 de Setembro. O lançamento teve lugar a partir da plataforma de lançamento flutuante De Bo-3 ancorada no Mar Amarelo, sendo levado a cabo pelo foguetão CZ-11H Chang Zheng-11H (Y20011910).

Os nove satélites foram colocados numa órbita sincronizada com o Sol a uma altitude média de 535 km.

Todos os preparativos para o lançamento e operações da contagem decrescente foram levados a cabo a partir do navio de controlo e comando Bei Hai Jiu 101. Este, deixou o seu porto de abrigo a 13 de Setembro para viajar para a zona de lançamento no Mar Amarelo.

Os satélites Jilin-1 Gaofen-03 são um grupo de nove veículos para a constelação Jilin-1 de observação da Terra. Com uma massa de menos de 40 kg cada, o grupo inclui três satélites de observação por vídeo (Gaofen 03C Shipin Xing) – designados Jilin-1 Gaofen-03C-01, Jilin-1 Gaofen-03C-02 e Jilin-1 Gaofen-03C-03 – e seis satélites de observação por varrimento (Gaofen 03B Tuisao Xing), designados Jilin-1 Gaofen-03B-01 a Jilin-1 Gaofen-03B-06.

Desenvolvidos pela Changguang Satellite Technology Co., Ltd., e herdando a tecnologia e princípios técnicos do satélite Jilin-1 Gaofen-03A, os novos satélites adoptam um desenho estrutural ultra leve que incluiu um sistema electrónico integrado, tecnologias de alta-resolução ultra-leves e inovadoras (tais como câmaras quantitativas de baixo custo), e têm as características de baixo custo, baixo consumo de energia, baixa massa e capacidade de observação de alta-resolução.

Após serem inseridos na constelação Jilin-1, os novos satélites irão fornecer aos utilizadores informações sobre o coberto florestal, agricultura, recursos oceânicos, ambiente e outras industrias que requerem dados de detecção remota e serviços similares.

A constelação de satélites Jilin-1 foi desenvolvida na província de Jilin na China e é a primeira constelação de satélites desenvolvida na China para detecção remota para uso comercial. Os dados são fornecidos aos clientes comerciais para ajudá-los a prever e mitigar desastres geológicos, bem como reduzir o prazo para a exploração de recursos naturais.

Os satélites são desenvolvidos pela Chang Guang Satellite Technology Co., Ltd, sob o Instituto Changchun de Óptica, Mecânica e Física da Academia de Ciências da China.

O foguetão Chang Zheng-11

cz-11-002667

O foguetão CZ-11 Chang Zheng-11 (长征十一号) é um veículo a quatro estágios que consomem prepolente sólido. Possivelmente, o quarto estágio deverá estar equipado com um sistema de controlo que utiliza propelentes líquidos. O CZ-11 foi desenvolvido pela Corporação de Ciência e Tecnologia Industrial da China uma subsidiária da Academia Chinesa de Tecnologia de Lançadores Espaciais.

O foguetão tem um comprimento de 20,8 metros, diâmetro de 2,0 metros e uma massa de 58.000 kg, desenvolvendo 120.000 kg/f no lançamento, sendo capaz de colocar uma carga de 350 kg numa órbita sincronizada com o Sol a uma altitude de 700 km. Pode ser equipado com duas carenagens distintas (1,6 metros de diâmetro e 2,0 metros de diâmetro) dependendo da missão a levar a cabo.

É um veículo de actuação rápida, podendo ser pronto para o lançamento numa questão de horas. O objectivo é dar resposta rápida em situações de emergência. O CZ-11 está projectado para o lançamento de pequenas cargas. O quadro seguinte mostra a capacidade de carga (kg) em relação à altitude da órbita circular para o Chang Zheng-11.

cz-11-002666

A figura mostra um esquema do foguetão Chang Zheng-11: 1) carenagem de protecção; 2) satélites; 3) adaptador de carga; 4) compartimento de equipamento de controlo; 5) motor de combustível sólido do 4.º estágio; 6) sistema de controlo de reacção; 7) motor de combustível sólido do 3.º estágio; 8) motor de combustível sólido do 2.º estágio; 9) motor de combustível sólido do 1.º estágio; 10) 4.º estágio; 11) 3.º estágio; 12) 2.º estágio; 13) 1.º estágio.

O primeiro lançamento do Chang Zheng-11 teve lugar às 0145UTC do dia 25 de Setembro de 2015 quando o veículo Y1 colocou em órbita os satélites Pujiang-1, Shangkeda-2 (TW-1A Tianwang-1A / SECM-1), NJUST-2 (TW-1B Tianwang-1B) e NJFA-1 (TW-1C Tianwang-1C).

 

Lançamento Lançador

Data de Lançamento

Hora (UTC)

Local de Lançamento Carga
2015-051 Y20001401/Y1

25/Set/15

01:45

Jiuquan

LC43/95

Pujiang-1

Shangkeda-2 (Tianwang-1A/SECM-1)

NJUST-2 (Tianwang-1B)

NJFA-1 (Tianwang-1C)

2016-066 Y2

09/Nov/16

23:32

Jiuquan

LC43/95

Maichong XPNAV-1

Xiaoxiang-1

Lishui-1 (1)

Pina-2

KS-1Q (CAS-2T ‘Fengtai-1’)

2018-008 Y20011703/Y3

19/Jan/18

04:12:49,784

Jiuquan (01-88)

LC43/95

Deqing-1 (Jilin 1-07)

Linye-2 (Jilin 1-08)

Zhou Enlai

Xiaoxiang-2 (Tianyi-2)

Quantutong-1

KIPP

2018-040 Y4

26/Abr/18

04:42

Jiuquan (01-91)

LC43/95

Zhuhai-1 Grupo-2 (OVS-2)

Qingkeda-1 (OHS-01)

OHS-02

Guiyang-1 (OHS-03)

OHS-04

2018-108 Y20011805/Y5

21/Dez/18

23:51:00,228

Jiuquan (01-100)

LC43/95

Hongyun-1
2019-005 Y20011806/Y6

21/Jan/19

05:42:20,984

Jiuquan

LC43/95

Lingque-1A

Jilin Lincao-1

Xiaoxiang-1-03 (Qingteng Zhixing) / Tianyi 3-04)

Wenchang Chaosaun-1

2019-032 Y1

05/Jun/19

04:06:01

Mar Amarelo

Haiyang, Shandong

(05-66)

Jilin-1 Gaofen-3A

Bufeng-1A

Bufeng-1B

Xiaoxiang-1-04 (SpaceTY)

Zhongdianwangtong-1A

Zhongdianwangtong-1B

2019-060 Y20011908/Y8

19/Set/19

06:42:00.275

Jiuquan (01-108)

LC43/95

Zhuhai-1 Grupo-3 (OVS-3) – Chunlei Jihua Zhixing

Zhuhai-1 Grupo-3 (OHS-3A) – Fenbie Shi Xihai’an-1

Zhuhai-1 Grupo-3 (OHS-3B) – Feitian Maotai

Zhuhai-1 Grupo-3 (OHS-3C) – Gaomi-1

Zhuhai-1 Grupo-3 (OHS-3D) – GuoyuanV9

2020-032  

29/Mai/20

20:13

Xichang

Xinjishu Shiyan-G (Chuangxin-6 (01)) (?)

Xinjishu Shiyan-H

2020-065 Y20011910/Y2

18/Set/20

01:23

Mar Amarelo

De Bo-3

Jilin-1 Gaofen-03 (Grupo-1)



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post