China adia lançamento do satélite Jilin-1 Gaofen-02F

A China adiou o lançamento do satélite Jilin-1 Gaofen-02F a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, Mongólia Interior.

O lançamento estava previsto para ter lugar às 0617UTC do dia 25 de Outubro de 2021 pelo foguetão Kuaizhou-1A (Y5) a partir de uma plataforma móvel localizada no Complexo de Lançamento LC43/95A.

Aparentemente, a contagem decrescente terá entrado na fase final, mas foi interrompida devido a um problema não especificado. Anteriormente, o lançamento fora adiado por alguns dias devido à ocorrência de um pequeno surto de Covid-19 em Jiayuguan, perto da cidade de Jiuquan.

O lançamento estava inicialmente previsto para ter lugar a 22 de Setembro de 2020, mas acabaria por ser adiado devido à falha ocorrida a 12 de Setembro desse ano com o lançador Kuaizhou-1A (Y3) e que levou à perda do satélite Jilin-1 Gaofen-02C (Neimenggu-1)

O Jilin-1 Gaofen-02F (吉林一号高分02F卫星) fará parte da constelação de satélites Jilin-1 (também designada Lingqiao-1) que foi desenvolvida na província de Jilin pela Chang Guang Satelllite Tech Co.. Esta é a primeira constelação de satélites da China desenvolvida para utilização comercial. A constelação será composta por vários satélites que irão fornecer dados para clientes comerciais para os auxiliar na previsão e mitigação de desastres geológicos, bem como encurtar a escala temporal para a exploração de recursos naturais.

O novo satélite fará parte da constelação de Jilin-1 e estará operacional a uma altitude de 535 km. É um satélite de detecção remota de observação óptica desenvolvido pela Changguang Satellite Technology Co., Ltd. O satélite pode obter imagens estáticas de varrimento com resolução em cores melhor que 0,76 metros e resolução multi-espectral melhor que 3,1 metros. A largura das imagens é superior a 40 km. As imagens são transmitidas para as estações terrestres via transmissão digital com uma taxa de 1,8 Gbps. A massa do satélite no lançamento é de 230 kg.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post