Astra falha o seu primeiro lançamento orbital

O foguetão Astra Rocket-3.1 foi lançado desde o Kodiak PSC às 0319UTC do dia 12 de Setembro de 2020 no que foi a primeira tentativa de atingir a órbita terrestre. Lançado a partir da Plataforma de Lançamento LP-3B, o voo terminaria poucos segundos depois.

Esta tentativa de lançamento foi a mais recente após uma série de atrasos devido a problemas técnicos, ás más condições meteorológicas e à violação da zona de segurança marítima.

Este lançamento foi a terceira missão da Astra após dois voos realizados em Julho e Novembro de 2018, respectivamente. Esses voos foram originalmente considerados falhas. No entanto, a Astra afirmou que o primeiro (designado Rocket 1.0) foi bem-sucedido e que o segundo (Rocket 2.0) foi “mais curto do que o esperado”. Nenhum destes veículos foi projectado para atingir a órbita terrestre, pois não possuíam estágios superiores activos.

Segundo a Astra as causas que levaram à perda do Rocket-3.1 estão relacionadas com a ocorrência de oscilações no sistema de orientação do primeiro estágio que levaram a que o veículo se desviasse da trajectória prevista e levando à desactivação dos motores do primeiro estágio. O foguetão caiu então descontrolado e explodiu no impacto com o solo.



O Boletim Em Órbita não tem fins lucrativos e é mantido pelos anúncios exibidos aos nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar desativando seu bloqueador de anúncios em www.orbita.zenite.nu

Comente este post