Assista ao lançamento do Solar Orbiter ao vivo

A nova missão de exploração solar da ESA, Solar Orbiter, está prevista ser lançada às 04:03UTC na segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2020. A sofisticada aeronave, equipada com um conjunto de instrumentos para visualizar a superfície da nossa estrela-mãe e medir as propriedades do ambiente nas proximidades, fará uma aproximação mais perto do Sol do que qualquer outro satélite europeu até à data.

Solar Orbiter: preparado para o lançamento
Solar Orbiter: preparado para o lançamento

A partir da sua órbita elíptica única, o satélite observará algumas das regiões nunca vistas do Sol, incluindo os pólos, e lançará nova luz sobre alguns dos aspectos pouco compreendidos da actividade da estrela, como a formação do vento solar. A missão também fornecerá dados sobre o campo magnético do Sol e como este surge.

O conhecimento da nossa estrela mais próxima é essencial para descobrir como as estrelas funcionam no Universo, mas entender a actividade solar também é fundamental para a infraestrutura na Terra e ao redor dela. Ejecções poderosas do plasma solar podem causar tempestades geomagnéticas que perturbam as redes eléctricas e de telecomunicações no solo, bem como as operações de satélites que orbitam o nosso planeta.

O Solar Orbiter chegará a 42 milhões de km do Sol, cerca de um quarto da distância entre o Sol e a Terra. A sonda e os seus componentes, incluindo o seu painel solar de 18 m (medido de ponta a ponta), foram projectados para sobreviver a temperaturas escaldantes de até 500°C e suportar bombardeamentos constantes por partículas altamente carregadas do vento solar, durante pelo menos sete anos.

Sequência de lançamento e fase de implementação do Solar Orbiter
Sequência de lançamento e fase de implementação do Solar Orbiter

O Solar Orbiter separar-se-á do foguetão cerca de 53 minutos após o lançamento e deverá enviar o seu primeiro sinal ao solo logo em seguida. A aquisição do sinal será anunciada no Centro Europeu de Operações Espaciais (ESOC), em Darmstadt, Alemanha, que operará toda a missão.

 

Programa da ESA TV, ao vivo, a partir do Cabo Canaveral

Assista ao vivo pela ESA Web TV 03:30-07:00 GMT (04:30-08:00 CET)

Momentos-chave:

03:30UTC – Início da transmissão
04:03UTC – Lançamento
04:55UTC – Separação do satélite Solar Orbiter
04:59UTC – Primeira oportunidade de aquisição de sinais
05:39UTC – Previsão do desdobramento do painel solar
05:15UTC – Discursos oficiais

Notícia e imagens: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Edição: Rui Barbosa

 

%d blogueiros gostam disto: