As próximas missões espaciais tripuladas

Aqui vai um resumo das próximas missões espaciais tripuladas

A tripulação da Soyuz MS-10, cujo lançamento está previsto para 14 de Setembro de 2018, deverá ser composta por dois cosmonautas e um astronauta. O comando estará a cargo do Russo Alexei Nikolayevich Ovchinin, com Tyler Nicholas Hague a ser nomeado como Engenheiro de Voo n.º 1. Esta missão terá apenas dois elementos a bordo. A tripulação suplente é composta pelo cosmonauta Oleg Dmitriyevich Kononenko (Rússia) e pelo astronauta David Saint-Jacques (Canadá, Engenheiro de Voo n.º 1).


 

A última missão espacial tripulada de 2018 está nesta altura prevista para ter lugar a 20 de Dezembro. A Soyuz MS-11 será tripulada por Oleg D. Kononenko (Comandante), David Saint-Jacques (Engenheiro de Voo n.º 1) e por Anne Charlotte McClain (EUA, Engenheira de Voo n.º 2). A tripulação suplente é composta por Alexander Alexandrovich Skvortsov (Rússia, Comandante), Luca Salvo Parmitano (Itália, Engenheiro de Voo n.º 1) e por Andrew Richard Morgan (EUA, Engenheiro de Voo n.º 2).

A 5 de Abril de 2019 deverá ser lançada a Soyuz MS-12 que será comandada pelo Russo, Oleg Ivanovich Skripochka, tendo como Engenheira de Voo n.º 1 a Norte-americana, Christina Marie Hammock-Koch. O terceiro lugar a bordo da Soyuz MS-12 será ocupado pelo primeiro astronauta dos Emirados Árabes Unidos, Hazza Ali Abdan Khalfan Al Mansouri ou Sultan Saif Muftah Hamad Al Neyadi. A tripulação suplente é composta por Andrei Ivanovich Borisenko (Rússia, Comandante) e por Jessica Ulrika Meir (EUA, Engenheira de Voo n.º 1).

Para Abril de 2019 está prevista a primeira missão tripulada da cápsula Dragon. A missão Dragon SpX-DM2 será tripulada pelos astronautas Douglas Gerald Hurley e Robert Louis Behnken. Kjell Norwood Lindgren serve como suplente de ambos.

Em Junho de 2019 será a vez da Boeing lançar a sua cápsula tripulada. A missão da CST-100 Boe-CFT será tripulada por Christopher John Ferguson, Eric Allen Boe e Nicole Victoria Aunapu Mann. Barry Eugene Wilmore irá servir como suplente.

Alexander A. (Comandante), Luca S. Parmitano (Engenheiro de Voo n.º 1) e Andrew R. Morgan (Engenheiro de Voo n.º 2), formarão a tripulação da Soyuz MS-13 cujo lançamento está previsto para Julho de 2019. A tripulação suplente será composta por Sergei Ryzhikov (Rússia, Comandante), Thomas Marshburn (EUA, Engenheiro de Voo n.º 1) e por Soichi Noguchi (Japão, Engenheiro de Voo n.º 2).

A Soyuz MS-14 será lançada sem tripulação a 28 de Agosto de 2019.

O primeiro voo operacional da Dragon, missão USCV-1, deverá ser lançado em Setembro de 2019 e terá como tripulação Victor Glober e Michael Hopkins, tendo como suplente Kjell Lindgren.

A Soyuz MS-15 será lançada em Outubro de 2019 e será tripulada por Nikolai Tikhonov (Rússia, Comandante), Andrei Babkin (Rússia, Engenheiro de Voo n.º 1) e por Christopher Cassidy (EUA, Engenheiro de Voo n.º 2), tendo como tripulação suplente Anatoli Ivanishin (Rússia, Comandante), Ivan Vagner (Rússia, Engenheiro de Voo n.º 1) e Stephen Bowen (EUA, Engenheiro de Voo n.º 2).

A primeira missão operacional Starliner (USCV-2) deverá ter lugar em Fevereiro de 2020 e terá como tripulação Josh Cassada e Williams Sunita, tendo como suplente Barry Wilmore.

Sergei Ryzhikov (Comandante), Thomas Marshburn (Engenheiro de Voo n.º 1) e Soichi Noguchi (Engenheiro de Voo n.º 2) irão compor a tripulação da Soyuz MS-16 cuja data de lançamento está prevista para 1 de Fevereiro de 2020. Ainda não foi designada uma tripulação suplente.

A Soyuz MS-17, cujo lançamento está previsto para 1 de Abril de 2020, será tripulada por Anatoli Ivanishin (Comandante), Ivan Vagner (Engenheiro de Voo n.º 1) e Stephen Bowen (Engenheiro de Voo n.º 2). Ainda não foi designada uma tripulação suplente.

 

%d blogueiros gostam disto: