Apollo 11 Ultra Slow Motion

Neste vídeo sensacional, os primeiros instantes da épica viagem de 400 mil quilômetros que nos separavam da Lua, registrados numa câmera que filmou à razão de 500 quadros por segundo da base da plataforma de lançamento do poderoso lançador Saturno V.

 Há uma narração (em inglês) que menciona, resumidamente, o seguinte:


No início, um gás escuro sai dos motores antes das primeiras chamas. Ele é escuro porque realmente é mais frio e por isso é direcionado como um envoltório na parte exterior da queima, servindo como uma espécie de isolante térmico e protegendo parcialmente o bocal dos motores.

Em seguida, as chamas vão sendo sugadas para baixo da plataforma. Isso acontece porque a queima do combustível alcança a potência total rapidamente e há muito material sendo lançado, com mais de 3.000 toneladas de empuxo, de forma que o ar circundante também é sugado.

Daí é possível ver inúmeras partículas brancas caindo. São pedaços de gelo formado ao redor dos tanques de oxigênio líquido (a -184oC) que caem com a trepidação do veículo. Ao tocar o chão da plataforma, note como alguns sublimam rapidamente (passam do estado sólido para o gasoso, sem passar pelo líquido).

Aproximadamente aos 3min10s do filme todo o quadro fica todo branco, e quando voltamos a ver notamos três torres em chamas. Elas foram pintadas com uma tinta especial que protege a plataforma, que será utilizada em outros lançamentos. No final as torres ficam completamente negras, carbonizadas.

Aliás, desse momento em diante tudo queima. E por isso toneladas de água são despejadas para resfriar a plataforma. Boa parte dela sublima também, produzindo muito vapor. É preciso esperar mais alguns momentos para realmente reconhecer que se trata de água. No final do vídeo isso fica evidente por causa das gotas que atingem a câmera.

Formidável!

 

%d blogueiros gostam disto: