William Benjamin Lenoir (1939 – 2010)



Faleceu no passado dia 28 de Agosto o astronauta norte-americano William Banjamin Lenoir vítima de um acidente de bicicleta ocorrido no dia 26.

Bill Lenoir foi Especialista de Missão a bordo da STS-5, a primeira missão operacional do vaivém espacial OV-102 Columbia em Novembro de 1982. Lenoir e o companheiro de missão Joseph Allen procederam ao lançamento de dois satélites de comunicações a partir do Columbia na primeira demonstração do valor do vaivém espacial como um «camião espacial». Uma actividade extraveícular que estava prevista para esta missão e que seria levada a cabo por Lenoir e Allen, foi cancelada devido a problemas mecânicos nos fatos extraveículares. A missão STS-5 teve uma duração de 5 dias 2 horas 14 minutos e 24 segundos e decorreu entre os dias 11 e 16 de Novembro de 1982. Bil Lenoir foi o 49º astronauta dos Estados Unidos e o 112º ser humano alevar a cabo uma missão espacial orbital (juntamente com os astronautas Robert Franklin Overmayer e Joseph Percival Allen).

Lenoir deixou a NASA em Setembro de 1984 quando não foi seleccionado para a sua segunda missão espacial. Menos de cinco anos mais tarde regressava à NASA a pedido do administrador e antigo astronauta Richard Truly, para se tornar administrador associado para o programa da estação espacial. Em 1989 Lenoir foi promovido a administrador associado para o voo espacial, passando os três anos seguintes como oficial civil encarregue de todas as missões tripuladas da NASA. Deixou o seu cargo em Maio de 1992, após o despedimento de Truly como administrador da agência espacial.

William Benjamin Lenoir nasceu a 14 de Março de 1939, em Miami – Florida, e cresceu em Coral Grables. Frequentou o Instituto de Tecnologia de Massachusetts onde recebeu o seu bacharelato em Engenharia Electrica em 1961, seguido do seu mestrado (1962) e douturamento (1965).

Enquanto trabalhava no seu douturamento, Lenoir era instrutor no MIT. Em 1965 tornou-se professor associado de Engenharia Electrica naquele estabelecimento de ensino, e também trabalhou no desenvolvimento de experiências científicas para satélites.

Lenoir foi um dos 11 astronautas seleccionados pela NASA em Agosto de 1967. Após vários meses de treino inicial, Lenoir igressou na escola de voo da Força Aérea dos Estados Unidos na Base Aérea de Laughlin, Texas. Iria acumular mais de 3.200 horas de voo em aviões a jacto.

Como astronauta Lenoir trabalhou no desenho e desenvolvimento do Skylab. Serviu como Piloto suplente para as missões Skylab-3 e Skylab-4 em 1973 e 1974, e foi Capcom para a missão Skylab-4, principalmente para as observações científicas do Sol. Entre Setembro de 1974 e Julho de 1976, Lenoir dedicou muito do seu tempo ao NASA Satellite Power Team, que investigava a possibilidade de adaptar os sistemas de energia solar para a sua utilização na Terra. Desde 1976 Lenoir esteve profundamente envolvido no desenvolvimento do vaivém espacial e especialmente na área do desenvolvimento dos procedimentos de colocação e recuperação de órbita de diversas cargas, além dos procedimentos das actividades extraveículares.

Entre 1984 e 1989 Lenoir trabalhou para a Booz, Allen and Hamilton, uma empresa de gestão aeroespacial e de consultoria baseada em Bethesda, Maryland. Entre os seus projectos estavam trabalhos de consultoria para a estação espacial Freedom. Regressou à empresa em Junho de 1992 como gestor da Divisão de Sistemas Aplicados.

Deixe um comentário