Uma dúzia de satélites Galileo em órbita



VS13 decollage depuis le shelter ouest le 17-12-2015

A instalação em órbita do sistema de navegação europeu, Galileo, continua a bom ritmo, com o lançamento hoje do último par de satélites Galileo, o que vem duplicar o número de satélites no espaço, em nove meses.

Os satélites Galileo 11 e 12 descolaram juntos às 11:51 GMT (12:51 CET, 08:51 hora local) a bordo de um foguete Soyuz da Guiana Francesa. O sexto lançamento Galileo decorreu sem falhas: todos os andares do Soyuz tiveram o desempenho esperado, culminando no lançamento a partir do andar superior Fregat, dos dois satélites gémeos, colocando-os numa órbita de 23 500 km de altitude, à volta de 3 horas e 48 minutos após a descolagem.

Com o lançamento de hoje, a Europa duplicou o número de satélites Galileo em órbita em apenas nove meses,” comentou Jan Woerner, Diretor Geral da ESA.

Fermeture coiffe VS13 au S3B le 10-12-2015

Tal como as estações espalhadas pelo mundo, isto aproxima-nos da conclusão desta missão. Espera-se que os serviços iniciais do Galileo se iniciem no próximo ano, o que prova a importância deste investimento.”

A excelente performance destes satélites, medida no solo, permitiu à Europa juntar-se ao clube dos fornecedores de satélites a nível mundial,” notou Didier Faivre, Director Geral da ESA para o Galileo e Navegação.

A produção, teste e lançamento dos restantes satélites irão continuar, tal como planeado. Depois do verão, em 2016, irá espaçar-se o intervalo de lançamento, com o primeiro de três lançadores Ariane 5 que irão levar para o espaço quatro em vez de dois satélites de cada vez.”

Este mês iremos assistir ao 10º aniversário do lançamento do primeiro satélite de navegação europeu: GIOVE-A, a 28 de Dezembro de 2005. Testando as frequências instituídas pela o Galileo, recolhendo dados sobre órbitas médias e altas, e testando o hardware para o sistema de trabalho.

Notícia e imagens: ESA

Tags:  ,

Deixe um comentário