Último lançamento do ano para a China




Num ano histórico para o seu programa espacial com a colocação em órbita do módulo espacial TG-1 TianGong-1 e posterior acoplagem com a SZ-8 Shenzhou-8, a China terminou o ano com o lançamento bem sucedido de um satélite de observação da Terra, o ZiYuan-1 (2C). O lançamento teve lugar às 0326:14,025UTC do dia 22 de Dezembro de 2011 e foi levado a cabo pelo foguetão CZ-4B Chang Zheng-4B (Y15) desde o Complexo de Lançamentos LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, província de Shanxi.

Este lançamento surgiu um pouco como uma surpresa pois era esperado para dia 26 de Dezembro. O satélite ZiYuan-1 (2C) tinha uma massa de 2.100 kg no lançamento e terá um tempo de vida útil de 3 anos. Apesar de não haver muita informação sobre este satélite, sabe-se que estará equipado com duas câmaras de alta resolução capazes de fornecer uma resolução espacial de 2,36 metros em bandas de 54 km. A sua principal característica será uma câmara pancromática multi-espectral com resoluções de 5 e 10 metros, em bandas de 60 km. Pensa-se que este será um melhoramento feito tendo por base os satélites CBERS sino-brasileiros.

Este foi o 19º lançamento orbital da China em 2012, tendo 18 sido bem sucedidos marcando assim um novo recorde para a China e pela primeira vez ultrapassando o total de lançamentos orbitais num só ano em relação aos Estados Unidos.

 
 

Deixe um comentário