Tripulação da Soyuz TMA-22: Daniel Christopher Burbank




Nascido a 27 de Julho de 1961 em Manchester – Connecticut, Daniel Christopher Burbank considera Yarmouthport – Massachusetts, a sua casa natal. É casado e tem dois filhos. Os seus principais passatempos são a corrida, esqui, caminhada, navegação, astronomia amadora e tocar guitarra.

Burbank formou-se na Escola Secundária de Tolland, Tolland – Connecticut, em 1979 e recebeu o grau de bacharelato de ciências em Engenharia Eléctrica pela Academia da Guarda Costeira dos Estados Unidos em 1985 e o grau de mestrado de ciências em Ciência Aeronáutica pela Universidade de Aeronáutica de Embry-Riddle em 1990.

Daniel Burbank recebeu a sua primeira comissão da Academia da Guarda Costeira dos Estados Unidos em Maio de 1985 e foi nomeado para o Coast Guard Cutter Gallatin (WHEC 721) como Oficial de Vigilância de Convés e como Oficial de Segurança e Ordem. Após frequentar o treino de voo naval em Pensacola, Florida, entre Janeiro de 1987 e Fevereiro de 1988, foi nomeado para a Estação Aérea da Guarda Costeira em Elizabeth City, Carolina do Norte, onde se tornou comandante de aeronave do HH-3F Pelican e posteriormente comandante de aeronave e instrutor do HH-60J Jayhawk. Enquanto esteve em Elizabeth City, finalizou o seu treino em treino de Administração e e Manutenção de Aviação em preparação da sua nomeação como Oficial de Engenharia Aeronáutica. Em Julho de 1992, Burbank foi nomeado para a Estação Aérea da Guarda Costeira em Cape Cod, Massachusetts, como Oficial de Engenharia Rotary Wing e como piloto comandante e instrutor de HH-60J. Em Maio de 1995 foi nomeado para a Estação Aérea da Guarda Costeira em Sitka, Arcansas, como Oficial de Engenharia Aeronáutica e como comandante de HH-60J. Burbank acumulou mais de 4.000 horas de voo, principalmente em helicópteros da Guarda Costeira, e voou mais de 1.800 missões incluindo mais de 300 missões de busca e salvamento.

Foi seleccionado como candidato a astronauta da NASA em Abril de 1996, tendo-se apresentado no Centro Espacial Johnson, Houston – Texas, em Agosto de 1996. Após completar dois anos de treino e avaliação, Burbank trabalhou em tarefas técnicas para o Ramo de Planeamento de Operações do Corpo de Astronautas, para o Ramo da Estação Espacial Internacional e serviu como CAPCOM para missões do vaivém espacial e para missões na ISS. Foi também membro da equipa Space Shuttle Cockpit Avionics Upgrade que levou a cabo trabalhos de actualização dos sistemas aviónicos do vaivém espacial.

A sua primeira missão espacial teve lugar entre 8 e 20 de Setembro de 2000 a bordo do vaivém espacial OV-104 Atlantis na missão STS-106. Durante esta missão de 12 dias a tripulação preparou a ISS para a chegada doa sua primeira tripulação permanente. Os cinco astronautas e dois cosmonautas transferiram mais de 2.720 kg de mantimentos e instalaram baterias, conversores de energia, equipamento de geração de oxigénio e uma passadeira de corrida na estação. Na missão foi também realizada uma actividade extraveícular para ligar cabos de energia e de dados entre o novo módulo de serviço e os outros módulos da ISS.

Daniel Burbank tornou-se no 246º astronauta dos Estados Unidos (juntamente com Richard Allan Mastracchio) e no 394º ser humano (juntamente com Richard Allan Mastracchio e com Boris Vladimirovich Morukov) a realizar uma missão espacial orbital. A missão STS-106 teve uma duração de 11 dias 19 horas 11 minutos e 1 segundo.

A sua segunda missão espacial teve lugar entre 9 e 21 de Setembro de 2006 a bordo do vaivém espacial Atlantis na missão STS-115. Esta missão reiniciou a montagem da estação espacial internacional com a tripulação a transportar e a instalar a estrutura P3/P4 e dois conjuntos de painéis solares que fornecem um quarto da energia da ISS. A tripulação também realizou actividades robóticas sem precedentes utilizando os sistemas de manipulação remota do Atlantis e da ISS. Burank realizou uma actividade extraveícular que finalizou a instalação da estrutura, activou a junta de rotação e permitiu que os painéis solares se pudessem abrir.

Burbank foi o 186º astronauta dos Estados Unidos e o 265º ser humano (juntamente com o astronauta canadiano Stevem Glenwood MacLean) a realizar dois voos espaciais orbitais. A missão STS-115 teve uma duração de 11 dias 19 horas 6 minutos e 28 segundos, com Daniel Burbank a acumular um total de 23 dias 14 horas 17 minutos e 29 segundos de experiência de voo espacial.

A missão Soyuz TMA-22 – Expedição 29/30 é a terceira missão espacial para Daniel Burbank tornando-se assim no 141º astronauta dos Estados Unidos e no 184º ser humano a realizar três missões espaciais orbitais.

Deixe um comentário