Tim Peake regressa à Terra



SoyuzTMA19M regresso 1

O astronauta da ESA Tim Peake, o astronauta da NASA Tim Kopra e o comandante Russo da Soyuz Yuri Malenchenkon aterraram hoje em segurança na estepe Cazaque, após uma viagem de 3 horas na aeronave Soyuz. Saíram da Estação Espacial Internacional às 05:52 GMT, depois de uma estadia de seis meses no complexo de investigação.

A Soyuz TMA-19M travou a partir da velocidade de cruzeiro da Estação de cerca de 28800 km/h, entrando pouco depois na atmosfera. O módulo da tripulação separou-se como previsto e os para-quedas abriram de modo a desacelerar o veículo ainda mais.

Os retrofoguetes dispararam momentos antes da aterragem e as molas nos assentos moldados reduziram o impacto ao atingir o solo, por volta das 09:15 GMT. Minutos depois, as equipas estavam no local para os ajudarem a sair.

Deixaram para trás três astronautas para cuidar da Estação e realizar experiências. O próximo lançamento para completar a tripulação está agendado para o dia 7 de Julho numa aeronave Soyuz mais actualizada com o cosmonauta Anatoli Ivanishin, o astronauta Japonês Takuya Onishi e a astronauta da NASA Kate Rubins.

Principia

A missão Principia de Tim Peake abrangeu seis meses no espaço bastante ativos e agitados. No primeiro mês após o seu lançamento a 15 de Dezembro de 2015, Tim Peake realizou uma caminhada espacial. Conduziu, também, um veículo todo-o-terreno num solo simulando o terreno de Marte a partir do espaço e ajudou a atracar duas aeronaves.

O Tim participou em várias experiências da ESA e parceiros internacionais. Destaca-se o uso da câmara de pressão da Estação Espacial para estudar os pulmões do Tim, monitorização dos seus padrões de sono para estudar como se adaptam os humanos à vida sem a luz do dia normal, e o registo de calorias consumidas para preparação de missões mais longe da Terra.

Muitas das experiências decorreram continuamente enquanto o Tim e os seus colegas foram gerindo o laboratório de investigação de microgravidade. O dispositivo Expose da ESA regressou à Terra depois de submeter organismos e químicos a 18 meses de viajem no espaço desprotegidos, no lado de fora da Estação.

O dispositivo Solar do laboratório Europeu Columbus continua a monitorizar o nosso Sol após oito anos de observações contínuas. Outro dispositivo está a rastrear navios à medida que a Estação voa por cima.

Aparte dos seus deveres científicos e de manutenção, o Tim encantou o mundo através dos meios de comunicação social e correu a maratona no espaço. O próximo astronauta da ESA a viajar para a Estação será Thomas Pesquet, de nacionalidade Francesa, lançamento programado para Novembro.

De volta ao “Eupean Astronaut Center”

O Tim é o oitavo astronauta da ESA a completar uma missão de longa duração no espaço. Será o terceiro, depois de Alexander Gerst e Andreas Mogensen, a voar directamente para a sede de astronautas da ESA em Colónia, Alemanha, para realizar exames médicos e para que os investigadores possam recolher mais dados sobre a adaptação do seu corpo e mente à vida no espaço.

Notícia e imagem: ESA

Deixe um comentário