Tesla Roadster em direcção à cintura de asteróides

Após o momento histórico vivido a 6 de Fevereiro de 2018 com o épico lançamento do primeiro Falcon Heavy da SpaceX, a sua peculiar carga segue agora em direcção à cintura de asteróides.

O Tesla Roadster de Elon Musk, deveria ter ficado numa órbita heliocêntrica com um afélio a uma distância de 1,5 UA. Porém, em resultado da última ignição do terceiro do foguetão lançador, o afélio está localizado a 2,61UA, isto é, muito para lá da órbita de Marte e «perto» da órbita do asteróide Ceres e da cintura de asteróides.


 

%d blogueiros gostam disto: