Taiyuan tagged posts

China lança novo satélite de detecção remota

Um novo satélite de detecção remota foi colocado em órbita a 8 de Maio de 2018 pela China.

O lançamento do satélite GF-5 Gaofen-5 teve lugar às 1828:40,544UTC e foi levado a cabo pelo foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y20) a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

Este foi o 14º lançamento orbital da China em 2018.

Em Maio de 2010, a China iniciou oficialmente o desenvolvimento do China High-Resolution Earth Observation System (CHEOS), que foi estabelecido como um dos maiores projectos científicos e tecnológicos. O Earth Observation System and Data Center of China National Space Administration (EOSDC-CNSA) é responsável pela organização do CHEOS.

Em Março de 2010 é estabelecido o Earth Observation System and Data Center que ...

Leia mais

China vai lançar Gaofen-5

A China vai levar a cabo o lançamento do satélite de detecção remota GF-5 Gaofen-5 a 8 de Maio de 2018.

O lançamento vai ser levado a cabo por um foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

O satélite é baseado na plataforma SAST-5000B e está configurado com seis tipos de cargas, incluindo uma câmara visível e de onda-curta hiper-espectral, um sistema de observação espectral, detector de gases de efeito de estuda, um detector de ambiente atmosférico de infra-vermelhos co uma resolução espectral muito elevada, um espectrómetro de absorção diferencial para a detecção de gases atmosféricos, e um detector de polarização de ângulos múltiplos. O satélite deverá estar operacional por oito anos.

O...

Leia mais

China lança três novos satélites de detecção remota

A China levou a cabo o lançamento de três novos satélites de detecção remota naquele que foi o seu décimo lançamento orbital em 2018.

O lançamento dos satélites Gaofen-1 (2), Gaofen-1 (3) e Gaofen-1 (4), teve lugar às 03:22:08.332UTC do dia 31 de Março e foi levado a cabo pelo foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y26) a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, província de Shanxi.

Semelhantes ao satélite GF-1 Gaofen-1, colocado em órbita a 25 de Abril de 2013, os três novos satélites são baseados no modelo de pequenos satélites do CAST, CAST2000, projectado e construído pela China Spacesat Co., a subsidiária comercial do CAST...

Leia mais

China lança dois novos satélites Gaojing-1

O segundo foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D lançado a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, colocou em órbita o segundo par de uma constelação de satélites de detecção remota comerciais equipados com multi-sensores para a China.

O lançamento teve lugar às 0324:33,475UTC do dia 9 de Janeiro de 2018 e foi levado a cabo a partir do Complexo de Lançamento LC9 pelo foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D (y40). O lançamento estava inicialmente previsto para ter lugar na última semana de Dezembro.

Também designados como ‘SuperView-1’, os satélites GJ-1 Gaojing-1 fazem parte de uma constelação de satélites comerciais de detecção remota que serão operados pela Beijing Space View Tech Co Ltd. controlada pela Siwei Star Co. Ltd., Pequim. A empresa é uma parte da China S...

Leia mais

China vai lançar dois satélites Gaojing-1

Dos 15 lançamentos previstos para Janeiro, a China deverá levar a cabo 5 destes lançamentos. O primeiro destes está previsto para ter lugar a 9 de Janeiro a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan com um foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D a colocar em órbita os satélites GJ-1 Gaojing-1 (3) e GJ-1 Gaojing-1 (4) a partir do Complexo de Lançamento LC9.

Também designados Superview-1 na sua designação comercial Ocidental, os satélites serão operados pela Beijing Space View Tech Co Ltd. São baseados na plataforma CAST3000B, desenvolvidos pela Academia Chinesa de Tecnologia Espacial, e têm uma massa de 560 kg no lançamento. Operam a partir de partir de órbitas sincronizadas com o Sol a uma altitude de 500 km.

O lançamento deverá ter lugar pelas 0317UTC.

Leia mais

A China não dorme…

Enquanto que o mundo espacial anda entretido com os atrasos da missão Zuma e os preparativos para o lançamento do primeiro Falcon Heavy agora adiado para finais de Janeiro, a China prepara uma verdadeira salva de lançamentos no primeiro mês de 2018.

Hoje foram revelados os denominados NOTAM (NOTice to AirMan) que delimitam as zonas de segurança a serem estabelecidas durante os lançamentos orbitais ou testes de mísseis balísticos. Como no caso dos lançamentos orbitais Chineses muitas das datas são suposições, provenientes de rumores ou mesmo ‘wild guesses’, estes NOTAM servem para confirmar a veracidade dessas informações.

Assim, no dia 9 de Janeiro terá lugar pelas 0320UTC o lançamento dos satélites GJ-1 Gaojing-1 (3) e GJ-1 Gaojing-1 (4) a partir do Complexo de Lançamento LC9 ...

Leia mais