China tagged posts

China lança novo satélite de detecção remota

Um novo satélite de detecção remota foi colocado em órbita a 8 de Maio de 2018 pela China.

O lançamento do satélite GF-5 Gaofen-5 teve lugar às 1828:40,544UTC e foi levado a cabo pelo foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (Y20) a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

Este foi o 14º lançamento orbital da China em 2018.

Em Maio de 2010, a China iniciou oficialmente o desenvolvimento do China High-Resolution Earth Observation System (CHEOS), que foi estabelecido como um dos maiores projectos científicos e tecnológicos. O Earth Observation System and Data Center of China National Space Administration (EOSDC-CNSA) é responsável pela organização do CHEOS.

Em Março de 2010 é estabelecido o Earth Observation System and Data Center que ...

Leia mais

China vai lançar Gaofen-5

A China vai levar a cabo o lançamento do satélite de detecção remota GF-5 Gaofen-5 a 8 de Maio de 2018.

O lançamento vai ser levado a cabo por um foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C a partir do Complexo de Lançamento LC9 do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan.

O satélite é baseado na plataforma SAST-5000B e está configurado com seis tipos de cargas, incluindo uma câmara visível e de onda-curta hiper-espectral, um sistema de observação espectral, detector de gases de efeito de estuda, um detector de ambiente atmosférico de infra-vermelhos co uma resolução espectral muito elevada, um espectrómetro de absorção diferencial para a detecção de gases atmosféricos, e um detector de polarização de ângulos múltiplos. O satélite deverá estar operacional por oito anos.

O...

Leia mais

China lança APStar-6C

A China levou a cabo com sucesso o lançamento do satélite de comunicações APStar-6C. O lançamento teve lugar às 16:06:05,726UTC do dia 3 de Maio de 2018 e foi levado a cabo por um foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B/G2 a partir do Complexo de Lançamento LC2 do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang.

O contrato para o lançamento do APStar-6C foi assinado a 17 de Outubro de 2015 com a China Great Wall Industry (Hong Kong) Corp.. O satélite é baseado na plataforma DFH-4 e está equipado com 45 transponders de banda C, Ku e Ka, tendo um tempo de vida útil de 15 anos.

O satélite irá substituir o APStar-6 fornecendo serviços de VSAT, distribuição de vídeo, DTH e aplicações móveis para clientes na região da Ásia – Pacífico.

A plataforma DFH-4 é uma plataforma de comunicaç...

Leia mais

China vai lançar APStar-6C

A China vai levar a cabo o lançamento do satélite de comunicações APStar-6C a 3 de Maio de 2018.

O lançamento será levado a cabo por um foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B/G2 a partir do Complexo de Lançamento LC2 do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, província de Sichuan.

O lançamento está previsto pelas 1605:04UTC.

O APStar-6C é baseado na plataforma DFH-4 desenvolvida pelo CAST. Transporta uma carga de comunicações composta por transponders de banda C, Ka e Ku, num total de 45 unidades. O satélite será operado pela APT Satellite Company Ltd. e o seu tempo de vida útil é de 15 anos.

Leia mais

China vai lançar cinco satélites a 26 de Abril

A China vai levar a cabo o lançamento de cinco pequenos satélites no dia 26 de Abril de 2018.

O lançamento será levado a cabo por um foguetão CZ-11 Chang Zheng-11 a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan e está previsto para ter lugar pelas 0433UTC.

A bordo estarão cinco satélites para a constelação Zhuhai-, sendo um satélite OVS-2 e quatro satélites OHS-1. O satélite OVS-2 é uma versão melhorada de um satélite de observação da Terra por vídeo enquanto que os satélites OHS-1 são satélites para a obtenção de imagens hiperespectrais.

Leia mais

China revela causa da falha do último CZ-5

A Administração Estatal para a Ciência, Tecnologia e Industria para a Defesa Nacional, o órgão que controla as actividades espaciais da China, revelou a 16 de Abril de 2018 o relatório no qual atribui a falha do segundo CZ-5 Chang Zheng-5 a um problema numa das turbo-bombas de um dos dois motores YF-77 que são usados no primeiro estágio.

A estrutura da turbo-bomba terá falhado em “complexas condições térmicas”.

O motor YF-77 foi redesenhado e já testado em Xi’an, Norte da China. Os testes verificaram a efectividade das medidas obtidas, segundo o órgão administrativo.

O CZ-5 irá regressar ao activo em finais de 2018, mais precisamente em Novembro, para colocar em órbita o satélite de comunicações experimental SJ-20 Shijian-20.

Caso a terceira missão do CZ-5 seja bem sucedida...

Leia mais