Sub-orbital: Brasil lança FTI



Foto 8

Segundo o blogue Brazilian Space, o Brasil levou a cabo o lançamento de um Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) inserido nas actividades da Operação Águia I/2013 que decorre entre 10 e 19 de Junho de 2013. O lançamento do FTI teve lugar a 13 de Junho.

A Operação Águia I/2013 é realizada pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) e conta com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), do Primeiro Comando Aéreo Regional (I COMAR), da Segunda Força Aérea (FAE II), da Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA), do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e tem a participação de equipas do Primeiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (1°/8° Gav) e do Terceiro Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação (3°/7° Gav).

Neste lançamento, o FTI atingiu uma altitude de 52,595 km, tendo atingido o ponto mais elevado da sua trajectória em 106 segundos. No total o voo teve uma duração de 216 segundos antes de cair no Oceano Atlântico.

O FTI tem um comprimento 5,5 metros e peso total de 500 kg, podendo transportar até 30 kg de carga útil. Este foi o 8º lançamento de um FTI desde Alcântara.

Este foguetão-sonda faz parte do Projeto Foguete de Treinamento (FOGTREIN). A sua missão é de treinar de forma operacional o efectivo e testar a prontidão da infraestrutura do Centro de Lançamento de Alcântara e da Barreira do Inferno para lançamentos, exercitando as principais funções de comunicação, telemetria, rastreamento e criação dos procedimentos de segurança e comandos para lançamentos. O último lançamento realizado no CLA foi de um FTB (Foguete de Treinamento Básico) a 23 de Maio deste ano durante a Operação Falcão I/2013.

Imagem; TV Mirante via Brazilian Space

Deixe um comentário