SpaceX em crise financeira

A empresa de Elon Musk confirmou o que os rumores avançavam há já algum tempo. Noticiada pelo Los Angeles Times, a SpaceX está a atravessar uma crise financeira que a levará a despedir 10% da sua força de trabalho.

Contando actualmente com uma força de trabalho de seis mil funcionários, a SpaceX pretende desenvolver um veículo interplanetário que lhe permita a exploração do planeta Marte. O futuro desenvolvimento da Starship e dos lançadores pesados necessários para os seus planos de exploração, acarretam um peso financeiro que leva a este despedimento.


Os cortes na empresa foram citados em um email enviado aos funcionários pela presidente Gwynne Shotwell, referindo “Essa foi uma decisão muito difícil, mas necessária”. “Para continuar a servir os nossos clientes, ter sucesso no desenvolvimento de veículos interplanetários e uma Internet global baseada no espaço, a SpaceX deve-se tornar uma empresa mais viável. Qualquer um destes desenvolvimentos, mesmo quando feitos separadamente, faliram em outras organizações. Isso significa que nos devemos separar de alguns membros talentosos e trabalhadores da nossa equipa.

Apesar de actualmente ter uma ordem de lançamentos substancial, a verdade é que os rumores sobre a capacidade financeira da SpaceX já há muito se vinham a tornar cada vez mais audíveis.

Recentemente, a empresa anunciou que havia contratado o seu primeiro cliente para uma missão circumlunar. Yusaku Maezawa, um empresário japonês, comprou toda a capacidade de uma viagem em torno do nosso satélite natural com o objectivo de juntar vários artistas para se juntar a ele na viagem, podendo assim então criar obras para inspirar outros a sonhar.

 

 

%d blogueiros gostam disto: