Soyuz TMA-08M a caminho da ISS




A Rússia levou a cabo o lançamento da Soyuz TMA-08M (Союз ТМА-08М) às 2043:22UTC do dia 28 de Março de 2013 a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 ‘Gagarinskiy Start’ do Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão. O lançamento foi levado a cabo pelo foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG (Е15000-043).

A bordo da Soyuz TMA-08M seguem os cosmonautas Pavel Vladimirovich Vinogradov e Alexander Alexandrovich Misurkin e pelo astronauta Christopher John Cassidy. A tripulação suplente era composta por Oleg Valerievich Kotov, Sergei Nikolayevich Ryazansky e por Michael Scott Hopkins. Vinogradov, Misurkin e Cassidy farão parte da Expedição 35 e posteriormente da Expedição 36 da qual Vinogradov será o Comandante.

 


Esta será a primeira missão tripulada à ISS a utilizar um perfil de voo que lhe vai permitir uma acoplagem em pouco mais de seis horas após o lançamento, estando prevista para as 0432UTC do dia 29 de Março.

Após se separar do terceiro estágio do foguetão lançador, a Soyuz TMA-08M ficou colocada numa órbita com um apogeu a 246,76 km, perigeu a 200,76 km, inclinação orbital de 51,68º e período orbital de 88,69 minutos.

Tal como as expedições anteriores, as operações que serão realizadas a bordo da estação espacial internacional irão abarcar várias áreas cientificas, entre as quais a investigação das vida humana em órbita, pesquisas geofísicas, experiências relacionadas com os recursos terrestres, biotecnologia espacial, investigações técnicas, estudo dos raios cósmicos, projectos educacionais e humanitários, e ciências dos materiais e tecnologia espacial.

Para chegar `estação espacial internacional a Soyuz TMA-08M irá realizar várias manobras em órbita. As duas primeiras manobras serão realizadas logo após a separação do terceiro estágio do foguetão lançador. Os dados balísticos foram introduzidos pelos cosmonautas no computador de bordo TsVM-101 de forma manual antes do lançamento. Na segunda órbita, novos dados serão transmitidos a partir do solo sendo automaticamente introduzidos no computador de controlo e utilizados nas manobras orbitais subsequentes e que serão realizadas antes da aproximação final à ISS.

Este foi o 4923º lançamento orbital bem sucedido, sendo o 2941º lançamento orbital bem sucedido da Rússia e o 1313º lançamento orbital bem sucedido a partir do Cosmódromo de Baikonur.

Para 2013 estão previstos serem realizados 118 lançamentos orbitais. A seguinte tabela mostra os totais de lançamentos executados este ano em relação aos previstos para cada polígono (entre parêntesis estão os lançamentos fracassados se for o caso):

Baikonur – 4 / 35

Plesetsk – 1 / 16

Dombarovskiy – 0 / 3

Cabo Canaveral AFS – 3 / 14

Wallops Island MARS – 0 / 4

Vandenberg AFB – 1 / 6

Kauai – 0 / 1

Jiuquan – 0 / 4*

Xichang – 0 / 3*

Taiyuan – 0 / 4*

Tanegashima – 1 / 4

Kourou – 1 / 14

Satish Dawan, SHAR – 1 / 4

Sohae – 0 / 1*

Semnan – 1 (1?)* / 4*

Naro – 1 / 1

Odyssey – 1 (1) / 1

* Valores incertos

Os próximos cinco lançamentos orbitais são:

15 Abr (1906:00) – 8K82KM Proton-M/Briz-M (93537/99538) – Baikonur, LC200/39 – Anik-G1

17 Abr (????:??) – Antares-110 (A-ONE) – Wallops Island MARS, LP-0A – Cygnus Mass Simulator, Dove-1, PhoneSat-v1a, PhoneSat-v1b, PhoneSat-v1c

19 Abr (1000:00) – 14A14-1A Soyuz-2-1A (014) – Baikonur, LC31 PU-6 – Bion-M n.º 1, BeeSat-1, BeeSat-2, SOMP, OSSI-1, AIST

20 Abr (0206:31) – Vega (VV02) – CSG Kourou, ZLV – Proba-V; VNREDSat-1A; ESTCube-1

24 Abr (????:??) – 11A511U Soyuz-U (Л15000-138) – Baikonur, LC1 PU-5 – Progress M-19M (ISS-51P)

Deixe um comentário