Satélite irá testar reentrada para a Chang'e-5




Uma missão não tripulada para testar a reentrada desde uma trajectória lunar será lançada pela China em 2014 para preparar a missão de recolha de amostras lunares que será levada a cabo pela Chang’e-5.

A Chang’e-5 deverá ser lançada em 2018 e após recolher amostras da superfície da Lua, irá regressar à Terra. A missão experimental que os especialistas Chineses irão levar a cabo em 2014, pretende simular o regresso desde o espaço circum-lunar.

O satélite experimental, que provavelmente será designado na série Shijian, terá como base a plataforma utilizada para o fabrico da sonda Chang’e-2 e uma cápsula de regresso semelhante à que será utilizada pela Chang’e-5. A reentrada dar-se-á a uma velocidade de cerca de 11,2 km/s.

A missão Chang’e-5 irá entrar na fase de protótipo este ano e a missão irá envolver manobras de encontro e acoplagem em órbita lunar. Aparentemente a missão será composta de dois módulos e um dos quais irá descer até á superfície lunar para proceder à recolha de amostras. Após obter as amostras, o módulo deixará a superfície e irá acoplar com o outro módulo em órbita lunar. A mostra será então transferida para este módulo que depois irá regressar à Terra. Algumas amostras serão obtidas da superfície e outras de uma profundidade de dois metros.

A próxima missão lunar da China, a Chang’e-3, deverá ser lançada em Dezembro de 2013 e irá transportar um veículo robótico para a superfície da Lua. A missão Chang’e-4 serve como veículo suplente da Chang’e-3 e poderá ser lançada posteriormente numa missão semelhante.

Imagem: Internet Chinesa

Deixe um comentário