Rússia pode embargar venda de motores aos EUA



RD-180redux

O Conselho de Segurança da Rússia estará a considerar a hipótese de implementar um embargo na venda de motores de foguetão aos Estados Unidos. Um embargo à venda dos motores RD-180 que são utilizados nos foguetões Atlas-V, que é utilizado para o lançamento de satélites de comunicações militares e veículos de exploração planetária, poderá criar um impacto negativo em parte do programa espacial da NASA e não somente nos lançamentos militares norte-americanos.

Assim, o Conselho de Segurança russo estará a considerar o contrato assinado em 2012 para o fornecimento dos motores RD-180. Anteriormente, a Rússia não havia mostrado qualquer objecção ao facto de o foguetão Atlas-V, equipados com motores russos, ser utilizado para o transporte de veículos militares até à órbita terrestre. No entanto, caso seja decretado um embargo, a entrega de motores aos Estados Unidos pode parar definitivamente a partir de 2015.

Nos últimos anos a maior parte dos lançamentos da NASA utilizaram o foguetão Atlas-V que está equipado com o motor RD-180, sendo este tipo de motor uma derivação do RD-170 sido utilizado no foguetão soviético Energia que é um legado do programa do vaivém espacial Buran. No entanto, o Atlas-V é também utilizado para colocar em órbita variadas cargas militares desde os satélites de comunicações militares AEHF, passando pelo avião orbital recuperável X-37B e outras cargas militares.

Ao ser implementado este embarga, será uma decisão prejudicial para a empresa russa NPO Energomash que fabrica os motores em exclusivo para os foguetões Atlas-V e que se veria obrigada a procurar outro utilizador num mercado que não necessita de um motor tão potente. No entanto, este problema poderá ser solucionado em breve quando a Rússia começar a utilizar o seu novo Cosmódromo de Vostochniy a partir de onde poderá ser lançado um foguetão pesado que venha a necessitar do motor RD-180.

Imagem: NPO Energomash

Deixe um comentário