Rússia perde Ekspress-AM4




Após um lançamento bem sucedido desde o Cosmódromo de Baikonur, os três estágios do foguetão 8K82KM Proton-M (93521) colocaram o quarto estágio Briz-M (99522) juntamente com o satélite de comunicações Ekspress-AM4 numa órbita inicial. A partir desta órbita o Briz-M deveria levar a cabo cinco manobras (ignições) antes de se proceder à separação do satélite.

Os problemas terão surgido por altura da quarta ignição do Briz-M que deveria ter uma duração de cerca de seis minutos. Os meios de comunicação russos referem que todos os contactos foram perdidos com o estágio e com o satélite na altura da ignição, referindo também uma perda de energia.

Esta é uma profunda perda para as comunicações na Rússia dado que o Ekspres-AM4 iria proporcionar uma capacidade sem precedentes.

O satélite Ekspress-AM4 foi construído pela EADS Astrium para a empresa de comunicações estatais da Rússia. É baseado na plataforma Eurostar E3000 e no lançamento tinha uma massa de 5775 kg (pesando 2860 kg sem propolentes). Está equipado com 26 repetidores em banda C, 16 repetidores em banda Ku, 12 repetidores em banda Ku de múlti-sinal, 2 repetidores em banda Ka e 1 repetidor em banda L. O seu tempo de vidá útil sería de 15 anos. 


Imagens: Roscosmos

Deixe um comentário