Rússia lança Soyuz TMA-02M com três novos membros para a ISS




A Soyuz TMA-02M foi lançada às 2012:45UTC do dia 7 de Junho de 2011 a partir do Cosmódromo de Baikonur. Toda a sequência de lançamento decorreu sem problemas e o foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG (И15000-037) colocou em órbita o veículo 11Ф732А47 n.º 702 que recebia então a designação de Soyuz TMA-02M. O lançamento foi levado a cabo a partir da mesma plataforma da qual Yuri Gagarin foi lançado há 50 anos atrás, a Plataforma PU-5 do Complexo LC1 (17P32-5) ‘Gagarinskiy Start’.

A bordo da Soyuz TMA-02M seguem o cosmonauta russo Sergei Alexandrovich Volkov (Comandante), pelo astronauta japonês Satoshi Furokowa (Engenheiro de Voo) e pelo astronauta norte-americano Michael Edward Fossum (Engenheiro de Voo). Serguei Volkov realiza o seu 2º voo espacial orbital sendo o 320º ser humano e o 67º cosmonauta russo a levar a cabo dois voos espaciais orbitais. Satoshi Furukawa é o único estreante a bordo, tornando-se no 520º ser humano e no 9º astronauta japonês a realizar um voo espacial orbital. Finalmente, Michael Fossum realiza a sua 3ª missão espacial tornando-se assim no 180º ser humano e no 137º astronauta dos Estados Unidos a realizar três missões espaciais orbitais. Sergei Volkov será Engenheiro de Voo na Expedição 28/29, bem como Satoshi Furukawa. Por seu lado, Michael Fossum será Engenheiro de Voo na Expedição 28 e Comandante da Expedição 29.


A acoplagem com a ISS terá lugar a 9 de Junho. Enquanto permanecerem a bordo da estação espacial internacional, os membros da Expedição 28/29 terá um rico programa científico pela frente, tirando partido do espaço extra de armazenamento e das instalações científicas disponíveis. As actividades de pesquisa e de desenvolvimento tecnológico irão continuar a transição da ISS de um local de construção para um laboratório a tempo inteiro, colocando assim o potencial do espaço a trabalhar para a população terrestre.

A Expedição 28 estará também presente no primeiro encontro em órbita com o veículo Dragon da Space Exploration Technologies Corp. que no futuro servirá para transportar carga e tripulações de e para a ISS. Em órbita continuarão os melhoramentos das insfraestruturas da ISS com melhorias nos sistemas de comando e controlo e de comunicações. A Expedição 28 terminará em Setembro de 2011.Durante a sua permanência a bordo da ISS a Expedição 28/29 levará a cabo um programa científico que constará de 725 sessões baseadas em 50 experiências. Destas experiências, 47 já foram começadas em expedições anteriores e três experiências são novas (SLS, Dalnost e Great Start).

Para a implementação deste programa de pesquisa científica é necessário o transporte de 394,94 kg de carga científica, dos quais 24,61 kg foram transportados a bordo da Soyuz TMA-21; 155,52 kg são transportados a bordo do cargueiro Progress M-10M; 2,23 kg são transportados pela Soyuz TMA-02M; 4,75 são transportados a bordo do Progress M-11M; e 207,86 kg são transportados a bordo do cargueiro Progress M-12M. Os resultados científicos serão trazidos de volta para a Terra pelos veículos tripulados, esperando-se que se obtenha um total de 40,93 kg de resultados (26,55 kg são trazidos pela Soyuz TMA-20 e 14,38 kg são trazidos pela Soyuz TMA-21).

O programa científico requer um consumo contínuo de até 300W com uma média diária de 367W.

O programa científico da Expedição 27/28 requer um total de 359 horas e 20 minutos do tempo da tripulação russa em órbita. Deste total 174 horas 25 minutos serão dispensados na fase da Expedição 27 (Dmitry Kondratyev – 55h 40m; Alexander Samokutyayev – 83h 20 m; Andrei Borisenko – 35h 25m) e 359 horas 20 minutos serão dispensados na fase da Expedição 28 (Andrei Borisenko – 132h 35m; Alexander Samokutyayev – 132h 40m; Sergey Volkov – 94h 05m).

Os resultados serão entregues aos investigadores principais através de kits de amostras (38), dispositivos de dados electrónicos (86) e dados telemétricos (88,6 Gbyte).

Imagens: Roscosmos e NASA

Deixe um comentário