Rússia lança satélite militar desde Plesetsk

A Rússia levou a cabo o lançamento de um satélite militar a partir do Cosmódromo GIK-1 Plesetsk, região de Arkhangelsk. O lançamento teve lugar às 1738:42UTC do dia 29 de Março de 2018 a partir do Complexo de Lançamento LC43/4 utilizando o foguetão 14A15 Soyuz-2.1v (78072005).

Não existem informações oficiais relativamente ao satélite colocado em órbita. Sabe-se que o satélite é baseado na plataforma EMKA desenvolvida pela Corporação VNIIEM, que é uma das principais empresas de desenvolvimento de satélites de detecção remota da Rússia. Algumas fontes apontam para que o pequeno satélite não tenha uma massa superior a 200 kg e está equipado com motores de hidrazina para as suas manobras orbitais. O satélite poderá ser utilizado para observações pancromáticas de alta-resolução e fotografia multiespectral.


O satélite deverá receber a designação Cosmos 2525.

Este lançamento estava originalmente previsto para ter lugar em Outubro de 2017, sendo depois adiado para Dezembro e posteriormente para Janeiro de 2018 devido a problemas técnicos com o satélite.

O foguetão 14A15 Soyuz-2.1v é a mais recente derivação do míssil balístico intercontinental R-7 desenvolvido nos anos 50 do Século XX por Sergei Korolev. De forma geral o novo foguetão pode ser descrito como um foguetão Soyuz mas sem incluir os característicos quatro propulsores laterais. Por outro lado, o primeiro estágio foi também modificado.

O primeiro estágio do lançador é uma versão modificada do primeiro estágio utilizado no foguetão Soyuz-2, utilizando um único moto NK-33 que assim substitui o motor RD-117 de quatro câmaras de combustão utilizados em foguetões anteriores e juntamente com alterações estruturais no estágio e na estrutura dos tanques de propelentes. Como o motor NK-33 está fixo, é utilizado um motor RD-0110R para fornecer controlo vectorial, fornecendo também mais 230,5 kN de força e proporcionando aquecimento aos gases de pressurização. Anteriormente utilizado no foguetão lunar N-1, o NK-33 fornece uma maior performance em relação ao RD-117. Porém, existe um número muito limitado destes motores disponíveis e assim no futuro o NK-33 será substituído pelo motor RD-193. Este motor é uma versão mais leve do motor RD-191 utilizado nos foguetões Angara.

O segundo estágio do Soyuz-2.1v é o mesmo que é utilizado como terceiro estágio do foguetão Soyuz-2-1B, estando equipado com um motor RD-0124.

O terceiro estágio do lançador é constituído por um estágio superior Volga que é utilizado para manobrar as cargas a partir da órbita inicial para a órbita final. Este estágio é derivado do sistema de propulsão dos satélites de reconhecimento Yantar, sendo mais leve e mais barato do que os estágios Fregat.

O foguetão é capaz de colocar uma carga de 2.850 kg numa órbita terrestre baixa a 51,8º,  2.800 kg numa órbita terrestre baixa a 62,8º ou 1.400 kg numa órbita terrestre sincronizada com o Sol.

No total o foguetão tem um comprimento de 44,0 metros e um diâmetro de 3,00 metros. A sua massa é de 158.000 kg. O foguetão é desenvolvido pela TsSKB Progress.

Dados estatísticos e próximos lançamentos

– Lançamento orbital: 5729

– Lançamento orbital Rússia: 3221 (56,21%)

– Lançamento orbital desde GIK-1 Plesetsk: 1619 (25,25%)

Os próximos lançamentos orbitais previstos são (hora UTC):

29 Mar (1750:00) – CZ-3B/Y1 Chang Zheng-3B/Y1 – Xichang, LC2 – Beidou-3MEO5 (Beidou-30); Beidou-3MEO6 (Beidou-31)

30 Mar (1414:00) – Falcon-9 (B1041.2) – Vandenberg AFB, SLC-4E – Iridium-NEXT (140); Iridium-NEXT (143); Iridium-NEXT (144); Iridium-NEXT (145); Iridium-NEXT (146); Iridium-NEXT (148); Iridium-NEXT (149); Iridium-NEXT (150); Iridium-NEXT (157)

31 Mar (0320:00) – CZ-4C Chang Zheng-4C – Taiyuan, LC9 – Gaofen (x3)

02 Abr (2030:00) – Falcon-9 (B1039.2) – Cabo Canaveral AFS, SLC-40 – Dragon SpX-14 (CRS-14); RemoveDEBRIS; DebrisSat-1; DebrisSat-2; EnduroSat One; Overview-1A

05 Abr (2134:07) – Ariane-5ECA (VA242) – CSG Kourou, ELA3 – Superbird-8 (Superbird-B3) / DSN-1 (Kirameki-1); Hylas-4

12 Abr (2200:00) – Atlas-V/551 (AV-079) – Cabo Canaveral AFS, SLC-41 – AFSPC-11; EAGLE

 

%d blogueiros gostam disto: