Roscosmos termina investigação à perda do Progress M-27M



M-27M 56

A agência espacial Russa, Roscosmos, publicou a 1 de Junho de 2015 as conclusões resultantes da investigação ao acidente que levou à perda do veículo de carga Progress M-27M.

Assim, segundo a Roscosmos, os danos resultantes no Progress M-27M devido à má separação entre este e o terceiro estágio do seu foguetão lançador, ficaram a dever-se a uma propriedade em particular da junta utilizada entre a carga e o lançador. Esta propriedade está relacionada com as características dinâmicas e de frequência da união entre os dois veículos. Esta situação não foi totalmente levada em consideração durante o desenvolvimento do complexo composto entre este lançador e o tipo de veículos espaciais em questão.

Não foram encontradas limitações para os voos entre o foguetão Soyuz-2-1A e outros veículos.

A Roscosmos está presentemente a levar a cabo um plano de acção para a realização de testes complementares em situações que envolvam o lançamento dos veículos de carga Progress M-M utilizando este lançador. Entretanto, um novo plano de voo será divulgado a 9 de Junho envolvendo o lançamento de missões tripuladas e de missões logísticas por parte da Roscosmos.

Imagem: Roscosmos

Deixe um comentário