RIP Fobos-Grunt




A sonda russa Fobos-Grunt terá reentrado na atmosfera terrestre na tarde do dia 15 de Janeiro de 2011 pelas 1745UTC numa área a 1.250 km a Oeste da Ilha de Wellington, Chile, pondo-se assim ponto final numa missão condenada desde o seu lançamento. Porém, outras fontes apontam para uma reentrada sobre a costa do Brasil.

Lançada pelo foguetão Zenit-2FG (SLB41.1) desde o Cosmódromo de Baikonur, Cazaquistão, a 8 de Novembro de 2011, a sonda sofreu de problemas crónicos inerentes à estrutura do programa espacial russo que resultaram numa avaria que impediu a partida para Marte após o seu lançamento.

Nas semanas que se seguiram ao lançamento foram feitas muitas tentativas para tentar reatar o controlo da sonda, mas a cada dia que passava tornava-se evidente que a missão não passaria de um embaraçoso falhanço para a tecnologia espacial russa.

No fim, espera-se que o fatal destino da Fobos-Grunt seja um meio de iniciar uma reorganização da exploração planetária russa e que no futuro estes programas sejam executados de forma mais célere, aberta e cujo o seu final seja o expandir do conhecimento humano.

Deixe um comentário