Resultados da análise preliminar da interrupção da contagem decrescente da missão VA239 da Arianespace



Logo após a ignição do estágio principal do foguetão Ariane-5ECA na missão VA239, o computador de bordo detectou uma anomalia que afectava o equipamento eléctrico de um dos dois propulsores laterais de combustível sólido. Esta anomalia levou a uma interrupção da sequência automática de lançamento.

Esta interrupção é perfeitamente em linha com os procedimentos que autorizam o lançamento somente se 100% do equipamento do lançador se encontrar totalmente operacional. Esta regra garante a fiabilidade e robustez do sistema de lançamento.

Uma análise da situação foi iniciada logo após a interrupção da contagem decrescente e irá continuar para identificar a causa da anomalia e determinar as medidas que serão tomadas em ordem a retomar as operações de lançamento o mais cedo possível.

À medida que a análise decorre, o Ariane-5ECA (L5100) será transferido para o edifício de montagem final BAF, a 7 de Setembro, quando os tanques de prepolente forem purgados. os dois satélites, Intelsat-37e e BSat-4a, estão seguros no interior da carenagem de protecção do lançador.

Quando a análise da anomalia foi finalizada, a Arianespace irá anunciar uma nova data de lançamento. O objectivo é proceder ao lançamento em finais de Setembro de 2017.

O adiamento não afecta o calendário de lançamentos estabelecido.

Imagem: Arianespace

Deixe um comentário