Remodelar a ISS



Instaling Leobardo 2

O Módulo Multi-usos Permanente da Estação Espacial Internacional foi deslocado pelo principal braço robótico para outro local no laboratório orbital. A operação aconteceu na quarta-feira.

Esta delicada operação exigiu deslocar e rodar o módulo Leonardo de 10 toneladas, do componente Unity para o Tranquility.

Os astronautas da NASA Terry Virts e Scott Kelly terminaram de destrancar o módulo, fecharam a escotilha e procuraram fugas antes da mudança. Irão voltar a abrir a escotilha na sua nova localização no Tranquility depois de ser feito o despiste de fugas.

A mudança faz parte de uma longa lista de tarefas que irá dotar a Estação de mais espaço livre – a deslocação do Leonardo liberta um porto de ancoragem. Os astronautas irão instalar adaptadores de acoplagem no final deste ano, durante os passeios espaciais, para poderem receber novos tipos de naves para astronautas e carga.

O braço robótico de 16 metros de comprimento foi comandado a partir da Terra pelos controladores de missão, no Quebec, Canadá, e Houston, Estados Unidos, durante uma operação de três horas.

A história do módulo Leonardo

O módulo Leonardo foi construído e desenhado pela agência espacial italiana ASI, para transportar carga e equipamento para a Estação Espacial, dentro do vaivém da NASA.  Modificado para melhorar a sua protecção e visibilidade para se tornar numa nave convidada, foi ligado permanentemente à Estação em 2011, depois de ter visitado o posto orbital sete vezes.

O Leonardo foi usado para guardar sacos de carga, material suplente e comida. Uma prateleira de carga foi reservada para os astronautas, para poderem guardar os seus bens pessoais, como roupa, material de higiene e outros pertences.

Como moeda de troca, a NASA aceitou que a ASI enviasse astronautas para a Estação. Um destes voos está agora a ser preenchido pela astronauta da ESA Samantha Cristoforetti.

A tripulação pode precisar de algum tempo para se reorientar na nova disposição. Uma das tarefas da remodelação é colar novas etiquetas nas paredes do módulo, de forma a reflectir a nova arrumação.

Notícia e imagem: ESA

 

Tags:  , ,

Deixe um comentário